Author

Samira Germano

Browsing

O Bilhete Estudante é indicado para alunos de escola particular e pública. Para tanto, ele deve estar matriculado em uma das modalidades de ensino: ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico e profissionalizante, ensino superior e tecnológico. Sendo eles da rede pública municipal, estadual ou federal desde que os cursos sejam devidamente autorizados e oficialmente reconhecidos. 

Como solicitar o Bilhete Estudante?

  • Cadastre-se no site Bilhete Único Estudante
  • Informe à sua Unidade de Ensino que deseja utilizar o Bilhete Único de Estudante no ano vigente;
  • Aguarde o envio dos seus dados de matrícula à SPTrans pela Unidade de Ensino;
  • Depois que a Unidade de Ensino enviar seus dados você poderá efetuar o pagamento do bilhete único.
  • Após seu pagamento ser aprovado basta fazer o upload dos documentos solicitados: RG, CNH, Passaporte ou RNE e ainda 1 foto recente de rosto (pode ser uma selfie bem estilosa? Pode, desde que não tenha boné, cabelo ou óculos de sol cobrindo o rosto).
  • Agora é só aguardar o seu bilhete único chegar no conforto do seu lar!

Como as cotas de estudante funcionam?

Primeiro de tudo saiba que as cotas estudantis são exclusivas para dias da semana. Isso porque as cotas são um benefício destinado apenas para a ida e volta do estudante até sua unidade de ensino. Dessa forma, o máximo de cotas que o estudante pode ter é de 48 sendo 2 créditos por dia (ida e volta). Sendo assim, no caso de ônibus, o estudante pode pegar até 4 ônibus em 2h gastando apenas um crédito. 

A quantidade de cotas que o estudante receberá vai depender das informações enviadas pelas instituições de ensino. Assim, as informações são processadas por meio do Sistema de Georreferenciamento Eletrônico que identifica a distância e a quantidade de modais (Trilho e/ou Ônibus) necessários para a realização dos deslocamentos.

Como comprar as cotas para o Bilhete Estudante?

Você pode comprar nos guichês dentro das estações de metrô. Basta apresentar o Bilhete Único de Estudante ao atendente e comprar a quantidade desejada até o limite estabelecido. O máximo de compras que você pode fazer no mês são 15.

Você também pode comprar suas cotas online pela loja virtual da SPTrans ou pelos aplicativos homologados pela SPTrans. É possível ainda comprar créditos teclando *32245.

Por fim, correntistas do Banco do Brasil podem comprar créditos utilizando o cartão de débito mas máquinas de autoatendimento ou por meio de aplicativo ou site do próprio banco.

Quem pode ter o Passe Livre?

O primeiro pré-requisito para poder ter o benefício do passe livre é ser aluno de rede pública municipal, estadual ou federal. Sendo assim, são aceitos estudantes de ensino fundamental, médio, técnico e profissionalizantes. Note que esses alunos têm direito automático ao passe livre pela simples presença do cadastro enviado pela instituição de ensino.

Em contrapartida, estudantes de outros níveis como é caso de ensino superior e tecnológicos, podem ser contemplados com a gratuidade desde que se declare “Baixa Renda”. Ou seja que sua família possua renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional. E também o número do CadÚnico e também, presença no cadastro enviado pela instituição de ensino. 

Já para estudantes de curso superior são aceitos para passe livre, estudantes participantes dos Programas Governamentais: PROUNI, FIES, Escola da Família e Cotas Sociais. Tendo dessa forma direito automático uma vez que a instituição de ensino envia os dados do aluno. E a informação de que este se enquadra em um dos programas de bolsa financiamento previstos.

Estudantes de curso superior, técnico e tecnológico e que não são participantes de Programas Governamentais.  Podem ter o benefício do passe livre mediante autodeclaração de “Baixa Renda” com renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional, número do Cadúnico e da presença no cadastro enviado pela instituição de ensino.

Também estão incluídos para ter o passe livre, estudantes do Projovem Urbano, ministrado em instituições de ensino da rede pública municipal.

Observações

O passe livre, ou seja, a gratuidade, garante ao estudante cotas duplas com direito; a 2 viagens de 2 horas cada com até 4 embarques por viagem e até 2 embarques/dia no sistema trilho (Metrô/CPTM). E devem ser adquiridas do primeiro até o último dia do mês a que se referem. E utilizadas no máximo até o dia cinco do mês subsequente.

 Estudantes de cursos PRONATEC ministrados pelo SENAC, SENAI, SENAT, SESI, SESC, SENAR não tem direito à gratuidade nem a meia passagem. Isso porque o governo federal concede ajuda de custo para o transporte do aluno.

Alunos bolsistas que frequentam cursos de ensino fundamental e médio em instituições de ensino da rede particular. E que possuem os requisitos gerais, tem direito apenas ao benefício da meia passagem. Por fim, estudantes que não se enquadrem em nenhum dos requisito acima e que atendem aos requisitos gerais, permanecem com direito à meia passagem.

Bom Escolar

O Bom Escolar é o cartão da empresa EMTU no Estado de São Paulo e possui um bilhete estudante específico para cada localização: Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), Região Metropolitana de Campinas (RMC), Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte (RMVPLN), Região Metropolitana da Baixada Santista (RMBS) e Região Metropolitana de São Paulo. 

Tenha mais informações sobre o Bilhete Único Estudante lendo o artigo completo sobre o tema.

O Bilhete Estudante pode ser solicitado por qualquer aluno de escola pública ou particular em São Paulo e em sua região metropolitana. O benefício é destinado a estudantes das seguintes modalidades: ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico e profissionalizante, ensino superior e tecnológico. 

Como fazer a solicitação do Bilhete Único de Estudante?

  • Cadastre-se no site Bilhete Único Estudante
  • Informe à sua Unidade de Ensino que deseja utilizar o Bilhete Único de Estudante no ano vigente;
  • Aguarde o envio dos seus dados de matrícula à SPTrans pela Unidade de Ensino;
  • Depois que a Unidade de Ensino enviar seus dados você poderá efetuar o pagamento do bilhete único.
  • Após seu pagamento ser aprovado basta fazer o upload dos documentos solicitados: RG, CNH, Passaporte ou RNE e ainda 1 foto recente de rosto (pode ser uma selfie bem estilosa? Pode, desde que não tenha boné, cabelo ou óculos de sol cobrindo o rosto).
  • Agora é só aguardar o seu bilhete único chegar no conforto do seu lar!

Renovação Semestral

O seu bilhete estudante só será renovado semestralmente se a sua instituição de ensino ministrar cursos semestrais. Essas instituições devem realizar o procedimento a partir do mês de julho a fim de que os estudantes (e também os professores que utilizem o benefício) continuem a usufruir o benefício no 2º semestre do ano letivo (desde que continuem frequentando a instituição no próximo semestre).

Esse procedimento é gratuito e, somente após a conclusão do processo de “Renovação Semestral” é que as cotas para o 2º semestre (inclusive de julho) serão liberadas no Sistema. Após a “Renovação Semestral” efetuada pelas instituições de ensino, os estudantes não precisam executar nenhum procedimento para continuar adquirindo as cotas. 

Como comprar as cotas para o Bilhete Estudante?

Você pode comprar nos guichês dentro das estações de metrô. Basta apresentar o Bilhete Único de Estudante SPTrans ao atendente e comprar a quantidade desejada até o limite estabelecido. O máximo de compras que você pode fazer no mês são 15.

Você deve comprar a quantidade de créditos a que tem direito para usar nos ônibus ou trilhos (Metrô/CPTM), para fazer até quatro embarques em ônibus diferentes no período de 2 horas e pagar ½ passagem. Ou intercalar um trilho (Metrô/CPTM) e pagar mais ½ passagem, pois não há integração para estudantes. Pode parcelar a compra em até 15 vezes. 

Você também pode comprar suas cotas online pela loja virtual da SPTrans ou pelos aplicativos homologados pela SPTrans. É possível ainda comprar créditos teclando *32245.

Por fim, correntistas do Banco do Brasil podem comprar créditos utilizando o cartão de débito mas máquinas de autoatendimento ou por meio de aplicativo ou site do próprio banco.

Conheça o Canal do Estudante da SPTrans

Como carregar a gratuidade no Bilhete Estudante

Você receberá a quantidade de créditos a que tem direito para usar nos ônibus e nos trilhos (Metrô/CPTM). As cotas de gratuidade são duplas e cada cota dá direito a 2 viagens de 2 horas cada com até 4 embarques por viagem e até 2 embarques/dika no sistema trilho.

Para carregar as cotas do passe livre sptrans é bem simples, basta inserir o cartão escolar duas vezes no equipamento de recarga (o mesmo usada recarga de vale-transporte). Cada vez pe para carregar uma cota diferente, uma é para ônibus e outra é para trilho. 

A aquisição é feita do primeiro ao último dia do mês a que se refere a cota, e o uso pode ser feito até o dia cinco do mês subsequente. Os equipamentos de recarga estão disponíveis em estações do Metrô, nos Postos de Venda e Atendimento e Terminais de ônibus da SPTrans, pontos da Rede Complementar composta por padarias, bares, farmácias e diversos estabelecimentos comerciais distribuídos pela Cidade. 

Saiba tudo sobre a SPTrans e o Bilhete Único acessando a matéria: SPTrans – um guia completo

Atualmente o Bilhete Único da SPTrans deve ser individual e personalizado para o passageiro que vai utilizá-lo. Ele pode ser usado inclusive por passageiros que possuem Vale-Transporte, crédito estudantil e passe-livre estudantil (ambos Bilhete Único Estudante).

Bilhete Único Comum 

O bilhete Único sem identificação continua a existir e é conhecido como Bilhete Único Comum. Ele não possui nome do usuário, nem foto e pode ser adquirido mediante o pagamento de R$ 4,30; que é referente ao cartão. Também tem previsto um acréscimo de uma compra mínima de R$ 21,50, totalizando dessa forma R$ 25,80. 

Seu limite de créditos suportados é de R$ 43,00. Essa cartão pode ser encontrado nos Postos de Venda e Atendimento. Para tanto é necessário apresentar um documento com foto e o número do CPF.

Já o cartão Bilhete Único individual é tem um limite de recarga de R$ 350,00. E deve ser solicitado pela internet através do cadastro no site da SPTrans e escolher entre a opção comum ou estudante.

Como fazer o Bilhete Único

Tem direito a bilhete único estudante, aqueles alunos matriculados em ensino público ou privado, do fundamental até a pós graduação. Após a escolha entre a modalidade do cartão, o passageiro deve clicar na opção “Fazer Cadastro” e ter em mãos: RG, CPF, CEP residencial e uma foto digitalizada tamanho 3×4 recente. 

Após isso basta preencher com os dados e enviar o arquivo de imagem com a foto; ler e concordar com o Termo de Ciência e Adesão e responder à pesquisa de perfil socioeconômico.

Uma vez preenchido o cadastro, o usuário deve ir a um dos 34 locais de atendimento da SPTrans e solicitar a emissão do cartão. Com esse cartão o usuário pode fazer até 2 viagens e 3 horas. O bilhete único pode ainda ser utilizado nos ônibus; micro-ônibus, trens do Metrô e da CPTM  e também nos terminais e estações de transferência do Expresso Tiradentes.

Garanta seu Bilhete Único Estudante !

Carga e Recarga do Bilhete Único

A carga e recarga do bilhete único pode ser feito na Loja Virtual, Lojas Físicas, Postos de Venda e Atendimento, Pontos de Venda de Créditos e recarga por meio de aplicativos.

Pela loja virtual tanto o empregador quando o próprio usuário pode fazer a compra de crédito (avulso ou mensal) para bilhete comum. Para estudante e vale transporte é possível também fazer compra de crédito na loja virtual

Após a liberação do pedido, que ocorre no primeiro dia útil após a efetivação do respectivo pagamento; os créditos eletrônicos são disponibilizados para o usuário efetuar a recarga em uma das máquinas de auto-atendimento instaladas nos Terminais de ônibus e nas Estações do Metrô e da CPTM.

Para comprar créditos e também cartões Bilhete Único, há dois locais físicos; na Augusta e na Santa Cecília. Na loja física, o empregador pode apresentar o pedido de compra de créditos e, portando os cartões Bilhete Único Vale-Transporte dos seus funcionários, pagar os créditos em dinheiro e carregar na hora os cartões. 

Nos Postos de Venda e Atendimento é possível resolver problemas com o cartão como bloqueio, restituição e emissão de segunda via.  As gestantes portadores do bilhete Mãe Paulistana podem pedir o cancelamento do bilhete nesses locais.

Você pode comprar créditos do Bilhete  Estudante  e o Bilhete Comum e também recarregar créditos no Vale-Transporte, Passe Livre Estudantil e Mãe Paulistana.

Bom Escolar

O Bom Escolar é o cartão da empresa EMTU no Estado de São Paulo e possui um bilhete estudante específico para cada localização: Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), Região Metropolitana de Campinas (RMC), Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte (RMVPLN), Região Metropolitana da Baixada Santista (RMBS) e Região Metropolitana de São Paulo. 

Tenha mais informações sobre o Bilhete Único Estudante lendo o artigo completo sobre o tema.

O Bilhete Único Estudante é indicado para alunos de escola particular e pública. Para tanto, ele deve estar matriculado em uma das modalidades de ensino: ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico e profissionalizante, ensino superior e tecnológico. Sendo eles da rede pública municipal, estadual ou federal desde que os cursos sejam devidamente autorizados e oficialmente reconhecidos. 

Como solicitar o Bilhete Único de Estudante?

  • Cadastre-se no site Bilhete Único Estudante
  • Informe à sua Unidade de Ensino que deseja utilizar o Bilhete Único de Estudante no ano vigente;
  • Aguarde o envio dos seus dados de matrícula à SPTrans pela Unidade de Ensino;
  • Depois que a Unidade de Ensino enviar seus dados você poderá efetuar o pagamento do bilhete único.
  • Após seu pagamento ser aprovado basta fazer o upload dos documentos solicitados: RG, CNH, Passaporte ou RNE e ainda 1 foto recente de rosto (pode ser uma selfie bem estilosa? Pode, desde que não tenha boné, cabelo ou óculos de sol cobrindo o rosto).
  • Agora é só aguardar o seu bilhete único chegar no conforto do seu lar!

Como as cotas de estudante funcionam?

Primeiro de tudo saiba que as cotas estudantis são exclusivas para dias da semana. Isso porque as cotas são um benefício destinado apenas para a ida e volta do estudante até sua unidade de ensino. Dessa forma, o máximo de cotas que o estudante pode ter é de 48 sendo 2 créditos por dia (ida e volta). Sendo assim, no caso de ônibus, o estudante pode pegar até 4 ônibus em 2h gastando apenas um crédito. 

A quantidade de cotas que o estudante receberá vai depender das informações enviadas pelas instituições de ensino. Assim, as informações são processadas por meio do Sistema de Georreferenciamento Eletrônico que identifica a distância e a quantidade de modais (Trilho e/ou Ônibus) necessários para a realização dos deslocamentos.

Como comprar as cotas para o Bilhete Estudante?

Você pode comprar nos guichês dentro das estações de metrô. Basta apresentar o Bilhete Único de Estudante ao atendente e comprar a quantidade desejada até o limite estabelecido. O máximo de compras que você pode fazer no mês são 15.

Você também pode comprar suas cotas online pela loja virtual da SPTrans ou pelos aplicativos homologados pela SPTrans. É possível ainda comprar créditos teclando *32245.

Por fim, correntistas do Banco do Brasil podem comprar créditos utilizando o cartão de débito mas máquinas de autoatendimento ou por meio de aplicativo ou site do próprio banco.

Quem pode ter o Passe Livre

O primeiro pré-requisito para poder ter o benefício do passe livre é ser aluno de rede pública municipal, estadual ou federal. Sendo assim, são aceitos estudantes de ensino fundamental, médio, técnico e profissionalizantes. Note que esses alunos têm direito automático ao passe livre pela simples presença do cadastro enviado pela instituição de ensino.

Em contrapartida, estudantes de outros níveis como é caso de ensino superior e tecnológicos, podem ser contemplados com a gratuidade desde que se declare “Baixa Renda”. Ou seja que sua família possua renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional, número do CadÚnico e também, presença no cadastro enviado pela instituição de ensino. 

Já para estudantes de curso superior são aceitos para passe livre, estudantes participantes dos Programas Governamentais: PROUNI, FIES, Escola da Família e Cotas Sociais. Tendo dessa forma direito automático uma vez que a instituição de ensino envia os dados do aluno e a informação de que este se enquadra em um dos programas de bolsa financiamento previstos.

Estudantes de curso superior, técnico e tecnológico e que não são participantes de Programas Governamentais, podem ter o benefício do passe livre mediante autodeclaração de “Baixa Renda” com renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional, número do Cadúnico e da presença no cadastro enviado pela instituição de ensino.

Também estão incluídos para ter o passe livre, estudantes do Projovem Urbano, ministrado em instituições de ensino da rede pública municipal.

Observações:O passe livre, ou seja, a gratuidade, garante ao estudante cotas duplas com direito a 2 viagens de 2 horas cada com até 4 embarques por viagem e até 2 embarques/dia no sistema trilho (Metrô/CPTM)  e devem ser adquiridas do primeiro até o último dia do mês a que se referem e utilizadas no máximo até o dia cinco do mês subsequente.

 Estudantes de cursos PRONATEC ministrados pelo SENAC, SENAI, SENAT, SESI, SESC, SENAR não tem direito à gratuidade nem a meia passagem. Isso porque o governo federal concede ajuda de custo para o transporte do aluno.

Alunos bolsistas que frequentam cursos de ensino fundamental e médio em instituições de ensino da rede particular, e que possuem os requisitos gerais; tem direito apenas ao benefício da meia passagem. Por fim, estudantes que não se enquadrem em nenhum dos requisito acima e que atendem aos requisitos gerais; permanecem com direito à meia passagem.

Qual o regulamento para uso do Bilhete Único Estudante?

De acordo com a legislação que regulamenta o benefício do bilhete único estudante para a meia passagem ou para a gratuidade, o uso do bilhete é pessoal e intransferível. Sendo assim, se for constatado alguma irregularidade no uso; ou seja, empréstimo do bilhete ou perda o cartão pode ser apreendido.

A retenção do bilhete único estudante é feita pelos Técnicos da SPTrans e acaba por suspender o benefício do aluno até o final do ano letivo. A fim de evitar que isso aconteça é importante nunca emprestar o cartão e manter dados cadastrais e foto corretos e atualizados. 

O que acontece com os cartões apreendidos?

Os cartões que são retidos por uso indevido são destruídos.  A 2° via pode ser solicitada, nesse caso, após o comparecimento do titular do documento ou de seu responsável até o Posto Central: Rua Boa Vista, 274 – Centro (segunda a sexta-feira, das 8h às 17h para análise da situação e emissão da 2ª). Tenha em mãos os seguintes documentos:

  • Comprovante de escolaridade atual (até um mês) assinado e carimbado.
  • Comprovante de residência (água, luz, telefone – emitido nos últimos 6 meses) em nome do responsável (quando o estudante for menor de idade) ou do próprio estudante (quando for maior de idade).
  • Documento oficial com foto do estudante.

Importante notar que, caso outra pessoa compareça no lugar do estudante, além dos documentos acima, será necessário apresentar declaração de próprio punho, do estudante, autorizando o atendimento e a retirada da 2ª via do cartão.

Bom Escolar

O Bom Escolar é o cartão da empresa EMTU no Estado de São Paulo e possui um bilhete estudante específico para cada localização: Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), Região Metropolitana de Campinas (RMC), Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte (RMVPLN), Região Metropolitana da Baixada Santista (RMBS) e Região Metropolitana de São Paulo. 

Bilhete Único

Atualmente o Bilhete Único da SPTrans deve ser individual e personalizado para o passageiro que vai utilizá-lo. Ele pode ser usado inclusive por passageiros que possuem Vale-Transporte, crédito estudantil, passe-livre estudantil (ambos Bilhete Único Estudantil).

Como fazer o Bilhete Único

Tem direito a bilhete único estudante, aqueles alunos matriculados em ensino público ou privado, do fundamental até a pós graduação. Após a escolha entre a modalidade do cartão (comum ou estudante), o passageiro deve clicar na opção “Fazer Cadastro” e ter em mãos: RG, CPF, CEP  residencial e uma foto digitalizada tamanho 3×4 recente. 

Após isso basta preencher com os dados e enviar o arquivo de imagem com a foto; ler e concordar com o Termo de Ciência e Adesão e responder à pesquisa de perfil socioeconômico.

Após ter preenchido o cadastro, o usuário deve ir a um dos 34 locais de atendimento da SPTrans e solicitar a emissão do cartão. Com esse cartão o usuário pode fazer até 2 viagens e 3 horas. O bilhete único pode ainda ser utilizado nos ônibus; micro-ônibus, trens do Metrô e da CPTM  e também nos terminais e estações de transferência do Expresso Tiradentes.

Bilhete Único Comum 

O bilhete Único sem identificação continua a existir e é conhecido como Bilhete Único Comum. Ele não possui nome do usuário, nem foto e pode ser adquirido mediante o pagamento de R$ 4,30, que é referente ao cartão. Também tem previsto um acréscimo de uma compra mínima de R$ 21,50, totalizando dessa forma R$ 25,80. 

Seu limite de créditos suportados é de R$ 43,00. Essa cartão pode ser encontrado nos Postos de Venda e Atendimento. Para tanto é necessário apresentar um documento com foto e o número do CPF.

Já o cartão Bilhete Único individual é tem um limite de recarga de R$ 350,00. E deve ser solicitado pela internet através do cadastro no site da SPTrans e escolher entre a opção comum ou estudante.

Como carregar e comprar créditos no Bilhete Único

A carga e recarga do bilhete único pode ser feito na Loja Virtual, Lojas Físicas, Postos de Venda e Atendimento, Pontos de Venda de Créditos e recarga por meio de aplicativos.

Para comprar créditos e também cartões Bilhete Único, há dois locais físicos; na Augusta e na Santa Cecília. Na loja física, o empregador pode apresentar o pedido de compra de créditos e, portando os cartões Bilhete Único Vale-Transporte dos seus funcionários, pagar os créditos em dinheiro e carregar na hora os cartões. 

Pela loja virtual tanto o empregador quando o próprio usuário pode fazer a compra de crédito (avulso ou mensal) para bilhete comum. Para estudante e vale transporte é possível também fazer compra de crédito na loja virtual

Você pode comprar créditos do Bilhete Único Comum e  Estudante e também recarregar créditos no Vale-Transporte, Passe Livre Estudantil e Mãe Paulistana

Após a liberação do pedido, que ocorre no primeiro dia útil após a efetivação do respectivo pagamento, os créditos eletrônicos são disponibilizados para o usuário efetuar a recarga em uma das máquinas de auto-atendimento. E que estão instaladas nos Terminais de ônibus e nas Estações do Metrô e da CPTM.

Nos Postos de Venda e Atendimento é possível resolver problemas com o cartão como bloqueio, restituição e emissão de segunda via.  As gestantes portadoras do bilhete Mãe Paulistana podem pedir o cancelamento do bilhete nesses locais. 

Sobre a SPTrans

A SPTrans é a empresa de transporte que atende São Paulo. O transporte é um serviço público essencial para o funcionamento da metrópole. Sendo assim, o Transporte Coletivo Público de passageiros consiste numa competência do município e está disposto na Constituição Federal (artigo 30, inciso V). Também consta na Lei Orgânica do Município de São Paulo (artigo 172).

Ainda sobre a legislação que formaliza os serviços da SPTrans está a Lei nº 13.241 que considera que o poder público está representado pela Prefeitura do Município de São Paulo. Através da Secretaria Municipal de Transportes. Assim, a São Paulo Transportes S/A (SPTrans) se constitui como uma empresa de economia mista cujo acionista majoritário é a Prefeitura de São Paulo.

Assim, a SPTrans é contratada pelo poder público para: elaborar estudos para a realização do planejamento do Sistema; executar a fiscalização da prestação de serviços e por fim, gerenciar o Sistema de acordo com as diretrizes e políticas estabelecidas. 

Os telefones úteis da SPTrans são divididos por assuntos a serem tratados. Para sugestões, informações ou reclamações o número é 156. Igualmente, para questões a respeito dos Itinerários, bilhete único, bilhete único especial, bilhete único vt/loja virtual e serviço de atendimento especial (Atende+) ligue 156, disponíveis 24h por dia.

Outros telefones que talvez sejam úteis para você: CET: 1188, 24h. CPTM (perda ou roubo do Bilhete Único em outros municípios: 0800 05 50 121, 5h às 22h (2ª a 6ª feira) e 6h às 18h (Sábado). DTP – Departamento de Transporte Públicos: (11) 2692-4094 das 8h às 17h (2ª a 6ª feira). EMTU: 0800-72 40 555 das 8h às 19h (2ª a 6ª feira). Metrô: 0800-77 07 722, das 5h30 às 23h30 (todos os dias). Ouvidoria do Município de São Paulo: 0800-17 57 17 das 9h às 17h (2ª a 6ª feira). Socicam (Terminais Rodoviários): (11)3235-0322 das 6h às 23h30. UNE: (11) 5539-2342 | (11) 5084-4653 das 9h às 18h (2ª a 6ª feira).

Descubra se você tem direito ao Bilhete Único Estudante – SPTrans

Bilhete Único Estudante

Se você é estudante e ainda não tem seu cadastro da sptrans, deve solicitar o cadastro através do site Bilhete Único Estudante, preencher com os dados solicitados e fazer o upload dos documentos seguintes:

  • foto (pode ser uma selfie bem estilosa, só precisamos que não tenha acessórios cobrindo o rosto, como óculos de sol por exemplo).
  • comprovante de matrícula
  • documento pessoal como RG, CNH, RNE ou passaporte

SPTrans Estudante boleto

O bilhete único estudantil pode ser pago por boleto e também por cartão de crédito. Após a compensação bancária, que no caso do cartão pode demorar até 48h (em dias úteis) e boleto até 4 dias, emitimos um Documento do Estudante provisório. Ele é digital e tem duração de 1 mês e pode ser usado apenas para compra da meia entrada. Em até 30 dias corridos você recebe em sua residência o bilhete único e então pode recarregá-lo e começar a usar.

SPTrans estudante como revalidar

Saiba como revalidar o seu bilhete único! A revalidação do bilhete único estudantil é anual e feita pela site Bilhete Único Estudante

SPTrans canal do estudante

O canal do estudante é um sistema da sptrans em que busca tirar dúvidas pontuais do aluno e também solicitar o bilhete único.

Tire todas as suas dúvidas lendo o artigo: SPTrans – um guia completo

Se você é estudante e ainda não tem seu cadastro, deve solicitar o cadastro através do site Bilhete Único Estudante, preencher com os dados solicitados e fazer o upload dos documentos seguintes: foto (pode inclusive ser uma selfie, só precisamos que não tenha acessórios cobrindo o rosto, como óculos de sol por exemplo), comprovante de matrícula, documento pessoal como RG, CNH, RNE ou passaporte.

Não sabe se tem direito ao bilhete único estudantil sptrans? Então vamos lá? Se você reside na cidade de São Paulo ou na região metropolitana já é um bom começo. Isso porque você deve ser dessas localizações para poder solicitar o benefício. Além disso você deve estar regularmente matriculado em um desses níveis de ensino: ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico e profissionalizante, ensino superior e tecnológico. Sendo eles da rede pública municipal, estadual e federal ou na rede privada de ensino. Dessa forma, o benefício da meia tarifa é destinada a todos os estudantes sejam eles da rede pública ou privada.

SPTrans boleto e formas de pagamento

O bilhete único estudantil pode ser pago por boleto e também por cartão de crédito. Após a compensação bancária, que no caso do cartão pode demorar até 48h (em dias úteis) e boleto até 4 dias, emitimos um Documento do Estudante provisório. Ele é digital e tem duração de 1 mês e pode ser usado apenas para compra da meia entrada. Em até 30 dias corridos você recebe em sua residência o bilhete único e então pode recarregá-lo e começar a usar.

Outro pré requisito para ter o benefício é que a instituição de ensino frequentada pelo estudante deve estar localizada a uma distância não inferior a 1 quilômetro de onde ele reside.

Saiba como revalidar o seu bilhete único!

Quais estudantes podem ter Passe Livre

Para ter a gratuidade no transporte público o estudante deve ser aluno de instituição da rede pública municipal, estadual ou federal. Do ensino fundamental, médio, técnico e profissionalizante. O direito ao passe livre da sptrans é automático pela simples presença do cadastro do aluno enviado pela instituição de ensino.

Já estudantes de ensino superior e tecnológicos são contemplados mediante autodeclaração de “Baixa Renda” com renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional, número do CadÚnico, e também presença no cadastro enviado pela instituição de ensino

Já a meia-passagem é destinada a todos os alunos independente de sua renda. Mas para tanto devem estar matriculados em cursos reconhecidos e fiscalizados pelas entidades competentes. Além disso a instituição de ensino frequentada pelo estudante também deverá estar localizada a uma distância não inferior a 1 quilômetro da residência do aluno. 

Tire todas as suas dúvidas lendo o artigo: SPTrans – um guia completo

O bilhete único estudantil SPTrans pode ser usado nos ônibus, micro-ônibus, trens do Metrô e da CPTM, e terminais e estações de transferência do Expresso Tiradentes, pagando 50% do valor da tarifa. Estudantes da cidade e região metropolitana de São Paulo podem ter o bilhete único que lhe dá o benefício da meia-entrada ou da gratuidade.

SPTrans Estudante Cadastro

Se você é estudante e ainda não tem seu cadastro na sptrans, deve solicitar o cadastro através do site Bilhete Único Estudante, preencher com os dados solicitados e fazer o upload dos documentos seguintes:

  • foto (pode ser uma selfie bem estilosa, só precisamos que não tenha acessórios cobrindo o rosto, como óculos de sol por exemplo).
  • comprovante de matrícula
  • documento pessoal como RG, CNH, RNE ou passaporte

O bilhete único estudantil pode ser pago por boleto e também por cartão de crédito. Após a compensação bancária, que no caso do cartão pode demorar até 48h (em dias úteis) e boleto até 4 dias, emitimos um Documento do Estudante provisório. Ele é digital e tem duração de 1 mês e pode ser usado apenas para compra da meia entrada. Em até 30 dias corridos você recebe em sua residência o bilhete único estudante sptrans e então pode recarregá-lo e começar a usar.

Passe Livre Estudante

O passe livre consiste na gratuidade do transporte público para alunos que sejam de escola pública (com algumas exceções que veremos adiante) e alunos comprovadamente de baixa renda.

São aceitos para o passe livre, estudantes de ensino fundamental, médio, técnico e profissionalizantes. Tendo portanto direito automático ao passe livre da sptrans pela simples presença no cadastro enviado pela instituição de ensino.

Estudantes participantes dos Programas Governamentais: PROUNI, FIES, Escola da Família e Cotas Sociais também têm direito ao passe livre. Tendo dessa forma direito automático uma vez que a instituição de ensino envia os dados do aluno e a informação de que este se enquadra em um dos programas de bolsa financiamento previstos.

Passe livre para estudantes de ensino superior

Já estudantes de ensino superior e tecnológicos são contemplados mediante autodeclaração de “Baixa Renda” com renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional, número do CadÚnico, e também presença no cadastro enviado pela instituição de ensino.

Saiba como revalidar o seu bilhete único!

Alunos que não tem direito ao passe livre

Estudantes de cursos PRONATEC ministrados pelo SENAC, SENAI, SENAT, SESI, SESC, SENAR não tem direito à gratuidade nem a meia passagem. Isso porque o governo federal concede ajuda de custo para o transporte do aluno.

Alunos bolsistas que frequentam cursos de ensino fundamental e médio em instituições de ensino da rede particular, e que possuem os requisitos gerais, tem direito apenas ao benefício da meia passagem. Por fim, estudantes que não se enquadrem em nenhum dos requisito acima e que atendem aos requisitos gerais, permanecem com direito à meia passagem.

Já a meia-passagem é destinada a todos os alunos independente de sua renda. Mas para tanto devem estar matriculados em cursos reconhecidos e fiscalizados pelas entidades competentes. Além disso a instituição de ensino frequentada pelo estudante deverá estar localizada a uma distância não inferior a 1 quilômetro da residência do aluno. 

Tire todas as suas dúvidas lendo o artigo: SPTrans – um guia completo

Para ter o benefício no Passe Livre, o estudante deve primeiro adquirir o seu Bilhete Único Estudante. Este se constitui em um cartão eletrônico e recarregável para ser usado nas catracas de ônibus e trilhos. Para ter o passe livre, o primeiro passo é ter um bilhete único estudantil. Você pode solicitar o seu através do site oficial Bilhete Único desde que esteja enquadrado para receber o benefício. Em outras palavras, pode solicitar o bilhete único sptrans alunos do ensino fundamental, médio, técnico e profissionalizante, ensino superior e tecnológico. Sendo estes da rede pública municipal, estadual, federal ou na rede privada de ensino. 

Quais alunos são elegíveis para a gratuidade

Para ter direito ao passe livre estudantil, o aluno deve se encaixar em alguma das categorias: alunos de instituição da rede pública municipal, estadual e federal. Sendo eles nos níveis educacionais: ensino fundamental, médio, técnico e profissionalizante. Estes alunos têm o direito automático ao passe livre assim que a instituição de ensino a que pertencem enviar os dados do aluno para a emissão do bilhete único.

Você deve estar se perguntando como ficam os estudantes de ensino superior e tecnológicos. Eles são contemplados pelo benefício mediante uma autodeclaração de “Baixa Renda”, possuindo dessa forma, renda per capta inferior a 1,5 salário mínimo. Também devem possuir o número do CadÚnico e presença no cadastro enviado pela instituição de ensino.

Estudantes que participam dos Programas Governamentais PROUNI, FIES, Escola da Família e Cotas Sociais possuem direito automático ao passe livre pois estão inseridos em um programa de bolsa financiamento. Estudantes do Projovem Urbano, ministrado em instituições de ensino da rede pública municipal também estão incluídos para receber o benefício. 

Os estudantes de curso superior, técnico e tecnológico que se enquadram nos pré requisitos para gratuidade mas não são participantes de programas governamentais, podem ter o passe livre. Para isso devem apresentar também autodeclaração de “Baixa Renda” (renda per capta familiar inferior a 1,5 salário mínimo) e possuir o número do CadÚnico.

Estudantes de Baixa Renda como ter o CadÚnico

Para se enquadrar no pré requisito de baixa renda, a renda per capita da casa do aluno deve ser inferior a 1,5 salário mínimo nacional. Sendo assim é necessário a obtenção do número do Cadúnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal). 

Ele é fornecido pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social no município de São Paulo, ou outro órgão competente na Região Metropolitana de São Paulo. No município de São Paulo, o cadastramento deve ser feito no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social)

Após ter feito seu cadastro e adquirido o número de Cadúnico, você deve acessar seu cadastro do Bilhete Único, e, no menu ao lado esquerdo da tela, clicar na opção “Estudante” e logo em seguida “Declaração de Baixa Renda” e informar o número de seu Cadúnico. Após isso, no prazo de 24 horas você saberá se tem direito à gratuidade.

Caso você atenda aos demais requisitos mas ainda não se cadastrou para obter o número do Cadúnico, você pode preencher uma “Declaração de Baixa Renda” que provisoriamente vai liberar o benefício da gratuidade. Para mantê-lo é necessário obter o número do Cadúnico, caso contrário, a SPTrans suspenderá a concessão do benefício até que a situação seja regularizada.

Como carregar a gratuidade no Bilhete Único

Para carregar as suas cotas do passe livre é muito simples. Basta inserir o bilhete único estudante sptrans duas vezes no equipamento de recarga (aquele usado para recarga de vale-transporte). Uma das vezes serve para carregar as cotas de gratuidade de ônibus e a outra serve para carregar as cotas de gratuidade de trilho. 

A aquisição das cotas pode ser feita do primeiro ao último dia do mês a que se refere a cota. Porém o seu uso só pode ser feito até o dia cinco do mês subsequente ao da recarga. Os equipamentos para fazer a recarga estão disponíveis em estações do Metrô, nos Postos de Venda e Atendimento, em Terminais de ônibus da SPTrans e em pontos da Rede Complementar (composta por padarias, bares, farmácias e demais estabelecimentos comerciais distribuídos pela cidade).

As cotas de gratuidade são duplas ou seja cada cota dá direito a 2 viagens de 2 horas cada e com até 4 embarques por viagem e até 2 embarques/dia no sistema trilho. A quantidade de créditos de viagens a que você tem direito será calculada de acordo com alguns fatores.

As cotas variam entre 05 e 24 cotas duplas por mês, e sempre são baseadas na estrutura dos cursos informada pelas instituições e ensino – te explicaremos a seguir como isso funciona.

Conheça o Canal do Estudante da SPTrans

Como é calculada a quantidade de cotas que você pode ter?

A quantidade mensal de cotas a que você tem direito é calculada baseada na estrutura do seu curso. Sendo assim, estudantes matriculados em cursos que possuem estrutura diferente daquela adotada pelos cursos regulares (anual ou semestral), como é o caso de alguns cursos técnicos e profissionalizantes; cursos realizados à distância, aqueles com freqüência flexível, cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado, entre outros, podem ter a cota fracionada em virtude dessa estrutura, ou por diversos outros fatores.

Tire todas as suas dúvidas lendo o artigo: SPTrans – um guia completo

O Bilhete Único estudantil da SPTrans é indicado para todos os estudantes de escola particular ou pública. O aluno deve estar matriculado em uma das modalidades de ensino: Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Técnico e Profissionalizante, Ensino Superior e Tecnológico. Sendo eles da rede pública municipal, estadual e federal ou na rede privada de ensino, cujos cursos sejam devidamente autorizados e oficialmente reconhecidos.

Como solicitar o Bilhete Único de Estudante?

  • cadastre-se no site Bilhete Único Estudante
  • informe a sua Unidade de Ensino que deseja utilizar o Bilhete Único de Estudante no ano vigente;
  • aguarde o envio dos seus dados de matrícula à SPTrans pela Unidade de Ensino;
  • depois da Unidade de Ensino enviar seus dados você poderá efetuar o pagamento do bilhete único.
  • Após seu pagamento ser aprovado basta fazer o upload dos documentos solicitados: RG, CNH, Passaporte ou RNE e ainda 1 foto recente de rosto (pode ser uma selfie bem estilosa? Pode, desde que não tenha boné, cabelo ou óculos de sol cobrindo o rosto).
  • Agora é só aguardar o seu bilhete único chegar no conforto do seu lar!

Qual o regulamento para uso do Bilhete Único Estudante?

A legislação que regulamenta o benefício estudantil à meia tarifa ou gratuidade, prevê que o uso do bilhete é pessoal e intransferível. Dessa forma, se for constatado alguma irregularidade no uso, ou seja, empréstimo do bilhete único ou perda, o cartão pode ser apreendido.

Essa retenção é feita pelos Técnicos da SPTrans e acaba por suspender o benefício do aluno até o final do ano letivo. Para evitar que isso aconteça é importante nunca emprestar o cartão e manter os dados cadastrais corretos.

O que acontece com os cartões apreendidos?

Os cartões que são retidos por uso indevido acabam por serem destruídos. A 2° via pode ser solicitada, nesse caso, após o comparecimento do titular do documento ou de seu responsável até o Posto Central: Rua Boa Vista, 274 – Centro (segunda a sexta-feira, das 8h às 17h para análise da situação e emissão da 2ª). Tenha em mãos os seguintes documentos:

  • Comprovante de escolaridade atual (até um mês) assinado e carimbado.
  • Comprovante de residência (água, luz, telefone – emitido nos últimos 6 meses) em nome do responsável (quando o estudante for menor de idade) ou do próprio estudante (quando for maior de idade).
  • Documento oficial com foto do estudante.

Importante notar que, caso outra pessoa compareça no lugar do estudante, além dos documentos acima, será necessário apresentar declaração de próprio punho, do estudante, autorizando o atendimento e a retirada da 2ª via do cartão.

Como funciona as cotas de estudante?

As cotas estudantis são exclusivas para dias da semana. Pois são um benefício destinado apenas para a ida e volta do estudante até sua unidade de ensino. O máximo de cotas que o estudante pode ter é de 48 sendo 2 créditos por dia (ida e volta). Dessa forma, no caso de ônibus, o estudante pode pegar até 4 ônibus em 2h gastando apenas um crédito. 

A quantidade de cotas que o estudante bilhete receberá vai depender das informações enviadas pelas instituições de ensino. Assim, as informações são processadas por meio do Sistema de Georreferenciamento Eletrônico que identifica a distância e a quantidade de modais (Trilho e/ou Ônibus) necessários para a realização dos deslocamentos.

Como comprar as cotas para o Bilhete Estudante?

Você pode comprar nos guichês dentro das estações de metrô. Basta apresentar o Bilhete Único de Estudante ao atendente e comprar a quantidade desejada até o limite estabelecido. O máximo de compras que você pode fazer no mês são 15.

Você também pode comprar suas cotas online pela loja virtual da SPTrans ou pelos aplicativos homologados pela SPTrans. É possível ainda comprar créditos teclando *32245.

Por fim, correntistas do Branco do Brasil podem comprar créditos utilizando o cartão de débito mas máquinas de autoatendimento ou por meio de aplicativo ou site do próprio banco.

Como ter Passe Livre

Os estudantes que são elegíveis para a gratuidade estudantil deve se encaixar em alguma das categorias: alunos de instituição da rede pública municipal ou estadual ou federal. Dessa forma são aceitos estudantes de ensino fundamental, médio, técnico e profissionalizantes. Tendo portanto direito automático ao passe livre pela simples presença do cadastro enviado pela instituição de ensino.

Já estudantes de ensino superior e tecnológicos são contemplados mediante autodeclaração de “Baixa Renda” com renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional, número do CadÚnico, e também presença no cadastro enviado pela instituição de ensino.

Já para estudantes de curso superior são aceitos para sptrans passe livre, estudantes participantes dos Programas Governamentais: PROUNI, FIES, Escola da Família e Cotas Sociais. Tendo dessa forma direito automático uma vez que a instituição de ensino envia os dados do aluno e a informação de que este se enquadra em um dos programas de bolsa financiamento previstos.

Estudantes de curso superior, técnico e tecnológico e que não são participantes de Programas Governamentais, podem ter o benefício do passe livre mediante autodeclaração de “Baixa Renda” com renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional, número do Cadúnico e da presença no cadastro enviado pela instituição de ensino.

Também estão incluídos para ter o passe livre, estudantes do Projovem Urbano, ministrado em instituições de ensino da rede pública municipal.

Conheça o Canal do Estudante da SPTrans

Observações: O passe livre, ou seja, a gratuidade, garante ao estudante cotas duplas com direito a 2 viagens de 2 horas cada com até 4 embarques por viagem e até 2 embarques/dia no sistema trilho (Metrô/CPTM)  e devem ser adquiridas do primeiro até o último dia do mês a que se referem e utilizadas no máximo até o dia cinco do mês subsequente.

 Estudantes de cursos PRONATEC ministrados pelo SENAC, SENAI, SENAT, SESI, SESC, SENAR não tem direito à gratuidade nem a meia passagem. Isso porque o governo federal concede ajuda de custo para o transporte do aluno.

Alunos bolsistas que frequentam cursos de ensino fundamental e médio em instituições de ensino da rede particular, e que possuem os requisitos gerais, tem direito apenas ao benefício da meia passagem. Por fim, estudantes que não se enquadrem em nenhum dos requisito acima e que atendem aos requisitos gerais, permanecem com direito à meia passagem.

Tire todas as suas dúvidas lendo o artigo: SPTrans – um guia completo

O canal do estudante é um sistema da SPTrans em que busca tirar questões pontuais do aluno e esclarecer algumas das muitas dúvidas sobre todo o processo. No canal do estudante você pode checar informações sobre revalidação, solicitação, serviços, compra de créditos e também fazer o acompanhamento ou consulta da sua solicitação do bilhete estudante na SPTrans.

O Bilhete Único Estudante é obrigatório para a compra da meia passagem ou do passe livre da sptrans pelos estudantes de São Paulo. Esse bilhete é indicado para todos os estudantes de escola particular ou pública.

O aluno ainda deve estar matriculado em um dos níveis de ensino: ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico e profissionalizante, ensino superior e tecnológico. Não importando se são da rede pública ou privada de ensino, desde que seus cursos sejam autorizados e oficialmente reconhecidos, o aluno tem direito ao bilhete único e ainda, à meia passagem.

Como solicitar o Bilhete Único de Estudante?

  • cadastre-se no site Bilhete Único Estudante
  • informe a sua Unidade de Ensino que deseja utilizar o Bilhete Único de Estudante no ano vigente;
  • aguarde o envio dos seus dados de matrícula à SPTrans pela Unidade de Ensino;
  • depois da Unidade de Ensino enviar seus dados você poderá efetuar o pagamento do bilhete único.
  • Após seu pagamento ser aprovado basta fazer o upload dos documentos solicitados: RG, CNH, Passaporte ou RNE e ainda 1 foto recente de rosto (pode ser uma selfie bem estilosa? Pode, desde que não tenha boné, cabelo ou óculos de sol cobrindo o rosto).
  • Agora é só aguardar o seu bilhete único chegar no conforto do seu lar!

Como calcular o valor da cota (poder de compra para beneficiários de ½ passagem)

Cota: quantidade de créditos eletrônicos de viagem destinada ao seu curso disponível para o mês.

Modal: é a modalidade de transporte coletivo a que você tem direito, ou seja, modal ônibus ou modal trilho (metrô/CPTM)

Poder de Compra: é a quantidade de créditos eletrônicos que você tem direito de adquirir por mês.

Como calcular o valor de monetário de sua cota. 

Se você tiver direito a mais de um modal (Ônibus/Metrô/CPTM), basta multiplicar a cota pelo valor da ½ passagem e depois pela quantidade de modais.

 Poder de Compra: 48 créditos/mês X R$ 2,00 (1/2 passagem) X 1 (modal) = R$ 96,00

Poder de Compra: 48 créditos/mês X R$ 2,00 (1/2 passagem) X 2 (modais) = R$ 192,00 

A quantidade mensal de cotas a que você tem direito é baseada na estrutura do seu curso. Sendo assim, estudantes matriculados em cursos que possuem estrutura diferente daquela adotada pelos cursos regulares (anual ou semestral) podem ter a cota fracionada.

Alguns cursos técnicos e profissionalizantes; cursos realizados à distância, cursos com frequência flexível, cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado, entre outros, também têm a cota fracionada.

Como calcular o valor da cota (poder de compra para beneficiários de gratuidade)

 Diferentemente das cotas meia passagem, a gratuidade são disponibilizadas no formato de cotas duplas. Cada cota dupla lhe dá direito a realizar duas viagens de 2 horas cada, com até 4 embarque em ônibus diferentes para cada viagem. 

Essas cotas são determinadas de acordo com a estrutura de seu curso. Sendo assim, se seu curso prevê uma grade com aulas duas vezes por semana, por exemplo, você receberá uma cota mensal de 09 cotas duplas por mês em seu bilhete estuante sptrans. As contas de gratuidade variam entre 5 e 24 cotas duplas por mês e sempre são baseadas na estrutura dos cursos informada pelas instituições de ensino.

Tire todas as suas dúvidas lendo o artigo: SPTrans – um guia completo

X