Author

Samira Germano

Browsing

Antes de comprar meia-entrada você precisa conhecer de onde vem seu direito. A meia-entrada é regulamentada pela Lei nº 12.933, de 26 de dezembro de 2013. Ela descreve o direito à meia-entrada estudantil e seu funcionamento. Esta lei regula a meia-entrada para idosos, jovens de 15 a 29 anos carentes e pessoas com deficiência. Entretanto, alguns estabelecimentos oferecem este benefício para outras categorias. Em São Paulo   o benefício vale para professores e profissionais da educação da rede municipal e estadual –  leis n° 14.729 e n°15.298. No Rio de Janeiro a meia-entrada também é garantida para esta categoria – como definido pelas leis n° 3.424 e nº 5.844. Em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro, todos os estudantes com menos de 21 anos tem direito ao benefício – leis nº 3364 e nº 9070.

Mas qual documento cada categoria precisa ter para usufruir da comprar meia-entrada?

  • Idosos devem apresentar RG ou documento oficial com foto;
  • O Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência é necessário para pessoas com deficiência. Documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS que se baseia nos critérios da Lei Complementar nº 142. Ao utilizar os ingressos, estes documentos deverão ser apresentados junto a um documento de identidade oficial com foto;
  • A carteira de identidade ou documento com foto válido garante para jovens até 21 anos o acesso ao benefício;
  • A Carteira funcional emitida pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro garante a meia-entrada para profissionais da educação do Rio de Janeiro;
  • Já em São Paulo, professores e profissionais da educação podem apresentar uma Carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação de São Paulo ou o holerite acompanhado de um documento oficial com foto;
  • As regras para doadores de sangue variam de acordo com o município, mas para compra pela internet deve-se apresentar o RG e na entrada do evento é necessário apresentar também a carteira de doador de sangue;
  • Qualquer estudante precisa da Carteira do Estudante;
  • Finalizando, o documento garantidor a meia-entrada para jovens de baixa renda é a Carteira de Identidade Jovem (ID Jovem). A emissão é feita pela Secretaria Nacional de Juventude e deve ser acompanhada de documento de identidade oficial com foto.

Sua meia-entrada é garantida com o ID Estudantil, e ainda, com o ID Jovem você pode ter sua carteira de estudante digital gratuitamente. Se você possui ID Jovem você pode fazer o Documento do Estudante gratuitamente.


Para isso basta fazer o cadastro no site documentodoestudante.com.br , não efetuar o pagamento, enviar para o sae@documentodoestudante.com.br o número da solicitação e a imagem do ID Jovem e aguardar resposta da DNE para seguir com a solicitação gratuita

Carteira de Estudante DNE 2020

A partir de janeiro a identidade visual da Carteira de Estudante é renovada. Quando pedir a Carteira de Estudante, sua validade será até março do ano seguinte.  Desta forma, ela tem ainda mais tecnologias de segurança e continua a garantir o direito estudantil à compra da meia-entrada.

Você sabia que os estudantes brasileiros tem um mega benefício de incentivo à cultura e ao esporte? É a meia-entrada estudantil que pode ser usada de forma ilimitada e nacionalmente. Porém para utilizar corretamente o benefício, a Lei da Meia-Entrada 12.933 foi criada. Essa lei tem o objetivo de estabelecer uma carteira de estudante com um padrão nacional e colocar a sua fiscalização e produção nas mãos das entidades estudantis nacionais.

Dica: você pode clicar no que quer ler para ir direto no conteúdo desejado.

  1. O que é ICP-Brasil?
  2. Carteira de Identificação Estudantil
  3. Quais itens deve ter uma Carteira de Estudante Nacional

Elas que  respondem e lutam pelos direitos dos estudantes do Brasil. São elas: UNE, UBES e ANPG. Além disso, a carteira de estudante deve conter várias especificações técnicas e de layout. Além de uma base nacional que contenha os dados de todos os estudantes. Isso tudo de forma segura e tecnológica por certificado digital do ITI (Instituto Nacional de Tecnologia da Informação).

O certificado digital da carteira de estudante – DNE é o certificado de atributo padrão ICP-Brasil e obrigatório e previsto na Lei. Ele é acessado facilmente por meio do QR-Code contido na carteirinha. É um documento seguro e especialmente feito para que o estudante possa comprar meia-entrada.

O que é ICP-Brasil?

É uma estrutura composta de um ou mais certificadores denominados de Autoridades Certificadoras – AC que; através de um conjunto de técnicas e procedimentos de suporte a um sistema criptográfico baseando-se em certificados digitais; consegue assegurar a identidade de um usuário de mídia eletrônica ou assegurar a autenticidade de um documento suportado ou conservado em mídia eletrônica. ICP é a sigla brasileira para PKI – Public Key Infrastructure (Infraestrutura de Chaves Públicas)  e foi criada  partir da Medida Provisória 2200-2 de 2001. e oficializada pelo Decreto 3996 de 2001, bem como pela Lei 11419 de 2006. Também é conhecida como Sistema Nacional de Certificação digital.

Carteira de Identificação Estudantil

A carteira de estudante é conhecida oficialmente como: Carteira de Identificação Estudantil (CIE) e deve ser regulamentada conforme consta no Art. 2º da Lei da Meia-Entrada:

Terão direito ao benefício os estudantes regularmente matriculados nos níveis e modalidades de educação e ensino previstos no Título V da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que comprovem sua condição de discente, mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pelas entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano, conforme modelo único nacionalmente padronizado e publicamente disponibilizado pelas entidades nacionais antes referidas e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com certificação digital deste, podendo a carteira de identificação estudantil ter 50% (cinquenta por cento) de características locais.

Quais itens deve ter uma Carteira de Estudante Nacional

Para ser original e aceita no país todo ela deve conter o QR-Code, selo das entidades estudantis citadas na lei e outros elementos como:

  • Trama anti scanner
  • Microletras

Toda carteira também deve ter obrigatoriamente os seguintes dados do aluno:

  • Foto do aluno
  • Nome completo
  • Número de RG e CPF impressos na carteirinha
  • Data de nascimento
  • Nome do curso e da instituição de ensino

A carteira nacional de estudante também conta com instrumentos adicionais de conferência digital para impedir falsificações:

  • Certificação Digital padrão ICP Brasil
  • Tramas de Segurança
  • QR-Code
  • Código de Uso

Agora você já sabe tudo sobre a carteira de estudante nacional. Não perca mais dinheiro, solicite a sua!

A meia entrada em eventos de entretenimento é direito de alguns grupos sociais. Além disso, ela é um benefício previsto em lei que deve ser respeitado.  Para isso, a meia-entrada deve ser utilizada conforme descrito em lei para cada modalidade. Criamos este artigo bem completo para sanar todas as suas dúvidas!

Meia-Entrada Estudantil

Hoje os estudantes tem o direito de pagar meia-entrada garantido por lei. Uma conquista da nossa categoria! A atual Lei da Meia-Entrada (Lei n. 12.933/93) foi promulgada em 2013 pela presidenta Dilma Rousseff, com objetivo de ajudar os estudantes e garantir seus benefícios. A lei determinou que a UNE, a UBES e a ANPG fossem as responsáveis por padronizar a carteira do estudante, que é reconhecida e vale nacionalmente. Por isso, nós buscamos meios de tornar a  Carteira de Identificação Estudantil (CIE) um documento seguro e eficiente. Como a lei da meia-entrada vale nacionalmente, todos os estudantes brasileiros tem este direito institucionalizado. Assim, a categoria tem o direito de pagar 50% do valor do ingresso  em eventos artístico-culturais. Dessa forma, a educação no país melhora, promovendo mais acesso e formação cultural aos estudantes.

Como funcionava antes da Lei da Meia-Entrada?

Até 2013, a medida provisória de 2001 (nº 12.933) e algumas leis próprias de cada cidade regulamentavam a meia-entrada aos estudantes. Assim, sem regras oficiais para o uso do benefício, qualquer pessoa com qualquer tipo de atestado usufruía do direito à meia-entrada. Essa falta de regulamento gerava um aumento na compra da meia-entrada nos eventos e isso prejudicar a todos, principalmente aos estudantes. Imagine como os estudantes foram afetados ao terem seu direito usado indevidamente! Graças a lei da meia-entrada, criou-se um documento único nacional, a Carteira de Identificação Estudantil (CIE) . Nela existem elementos gráficos e tecnológicos que garantem o benefício apenas aos estudantes.

Carteira Falsa? Conheça os riscos de adquirir um documento falso

Para construirmos um país mais justo e livre de corrupção, devemos nos manter atentos a estes “pequenos” crimes. Dito isso, usar uma carteira de estudante falsificada pode acarretar em até cinco anos de prisão. O que pode parecer algo bobo, na verdade se configura como um grave crime de estelionato e falsidade ideológica. Por isso, se você souber de alguém utilizando um documento falso, alerte-o dos riscos que ele ou ela está correndo. Nosso Documento do Estudante atende a todos os pré-requisitos legais e conta com mecanismos únicos contra fraude, o que garante sua meia-entrada em todo o Brasil! Sendo assim, o DNE contém:

Tecnologia 

  • QR Code; instituído pelo ITI – Instituto Nacional de Tecnologia da Informação comprova o certificado digital do seu documento e pode ser lido pela produtora do evento;
  • Trama anti scanner;

Elementos visuais 

  • Logo da UNE, UBES, ANPG e da OCLAE (entidade dos estudantes da América Latina), assim como a assinatura de seus respectivos presidentes;
  • Foto do estudante;
  • Nome completo;
  • Números de RG e CPF impressos no documento;
  • Data de nascimento;
  • Nome da instituição de ensino e do curso.

Mais segurança para a sua carteira de estudante

  • Microletras
  • Certificação Digital no padrão ICP Brasil
  • Tramas de Segurança
  • QR-Code

Válido para compras online?

Pode apostar que sim! É só informar o número do seu documento de estudante ao realizar a compra da meia-entrada. Você precisará preencher e imprimir um comprovante para apresentar no momento da retirada do ingresso. Você já pode comprar seus ingressos assim que terminar de ler esse artigo!

Quem tem direito a meia-entrada em eventos de culturais?

      • A meia-entrada estudantil vale para estudantes matriculados em: ensino fundamental e ensino médio/técnico, graduação, especialização, mestrado, doutorado e supletivo reconhecidos pelo Ministério da Educação – MEC. Entretanto, cursos como informática e  cursos de língua estrangeira se enquadram nos termos da lei;
      • Pessoas com deficiência: assim como seu acompanhante quando preciso. Para isso, deve portar o Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social ou o documento emitido pelo Instituto Nacional da Assistência Social – INSS;
      • ID Jovem: de 15 a 29 anos de baixa renda, inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico)  e com renda familiar mensal de até 2 salários mínimos;
      • Idosos: com idade igual ou superior a 60 anos, conforme previsto no  Estatuto do Idoso – Lei Federal 10.741/2003.

Qual documento cada categoria precisa ter para conseguir usufruir da meia-entrada?

  • Idosos precisam apresentar um documento com foto;
  • Pessoas com deficiência precisam portar o Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência. Este documento é emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS e comprova a aposentadoria baseado nos critérios da Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. Ao utilizar os ingressos, estes documentos deverão ser apresentados junto de um documento de identidade oficial com foto;
  • Para jovens de até 21 anos os documentos aceitos são carteira de identidade ou documento oficial com foto;
  • Na cidade do Rio de Janeiro, professores e profissionais da educação devem apresentar a Carteira funcional fornecida pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro;
  • Os professores e profissionais da educação no estado de São Paulo precisam apresentar Carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação de São Paulo. O holerite também é aceito acompanhado de um documento oficial com foto;
  • A lei municipal varia para doadores de sangue. Já para a compra na internet, deve-se informar o RG. Ao entrar no evento, será necessário apresentar a carteira de doador de sangue;
  • Estudantes de qualquer grau precisam da Carteira do Estudante;
  • Já para os jovens de baixa renda é preciso apresentar Carteira de Identidade Jovem (ID Jovem). Ela é emitida pela Secretaria Nacional de Juventude e deve acompanhar um documento de identidade oficial com foto.

Principais estabelecimentos que aceitam meia-entrada

A lei da meia-entrada garante que os beneficiados paguem 50% do valor do ingresso inteiro. Segundo esta mesma lei,  40% do total de ingressos devem ser reservados para meia-entrada.

      • Meia-entrada no cinema: todos os cinemas, dentro e fora de shoppings, devem fornecer uma cota de ingressos de meia-entrada e a aceitar a carteira do estudante;
      • Meia-entrada em shows: eventos como o Rock’n Rio e Lollapalooza também devem oferecer a cota de meia-entrada e precisam confirmar o benefício através do documento do estudante;
      • Meia-entrada em jogos de futebol: é preciso apresentar a carteira do estudante no ato da compra para usufruir de direito ao benefício. Assim dá pra comemorar o gol do seu time em todos os jogos;
      • Meia-entrada em teatro: espetáculos de teatro, circo e educação também constam na lei.

Quais cinemas aceitam meia-entrada no ingresso?

Legalmente, todo cinema é obrigado a reservar 40% dos ingressos para meia-entrada. Para a meia entrada de estudante, os cinemas aceitam apenas mediante a apresentação da carteira de estudante. Deve-se lembrar que todos os produtores de eventos devem disponibilizar ingressos de meia-entrada em todas as seções. 

Politica do ingresso

A validade do ingresso de meia-entrada é a mesma do ingresso inteiro. O objetivo da meia-entrada é incluir grupos minoritários nos meios culturais. No caso da meia-entrada estudantil, o propósito é colaborar para a formação do estudante brasileiro, permitindo mais acesso à cultura que pode fazer a diferença na formação do estudante.

Comprar ingressos online

Você pode comprar os ingressos diretamente no site das ticketeiras. Para isso, existe um campo durante a compra para ser preenchido com o número da carteira de estudante (o código de uso). Para comprar meia entrada para um idoso, deve-se colocar o número de um documento oficial com foto.

Cinemark

A Rede Cinemark conta com cinemas nestas cidades: Aracaju, Barueri, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Goiânia, Guarulhos, Londrina, Manaus, Natal, Niterói, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano, São Paulo, Uberlândia e Vitória.

Ingresso .com

Um site de ingresso focado no cinema mas que também vende ingressos para peças teatrais, shows e jogos de futebol. Esta plataforma iniciou sua operação nos anos 2000 e atua em mais de 130 cidades.

Masterpass

A Masterpass é uma ferramenta de pagamento gratuita para que você faça compras on-line com apenas um cadastro. Para isso, o sistema armazena informações de cartões de créditos e pré-pago, de várias bandeiras, e de qualquer banco em um só lugar. Desta forma, o processo de compra se torna mais rápido. Comprando ingressos com a MasterPass na ingresso.com, a taxa de serviço do ingresso mais caro fica por conta da empresa de e-commerce.

Blueticket

A Blueticket é gerencia e vende ingressos para eventos e atua no mercado desde 2006.  

Leis Regionais da Meia-Entrada

São leis estaduais e municipais. Nesses casos, a Lei Regional deve ser considerada fora a Lei Federal.

São Paulo (SP)

No estado de São Paulo o benefício vale para diretores; coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares do quadro de apoio escolar estadual e municipal (Lei Estadual SP 15.298/14). E também para professores da rede pública estadual e municipal (Lei Estadual SP 14.729/2012). Deve-se apresentar um documento de identidade oficial com foto e a carteira funcional da Secretaria de Educação ou Holerite que comprovem a profissão.

  • São Paulo (cidade): Aposentados (Lei Municipal SP nº 12.325/1997). É necessário apresentar documento de identidade oficial com foto e cartão de benefício do INSS que comprove a condição.

Minas Gerais (MG)

Estudantes regularmente matriculados em entidades de ensino de 1º, 2º e 3º anos tem direito a pagar meia em casas de diversão, espetáculos de teatro, musica e circo, em casas de exibição cinematográfica, em praças esportivas e demais das áreas de esporte; cultura e lazer do Estado de Minas Gerais (Lei Estadual 11052, de 24/03/1993).

Para isso deve-se apresentar a carteira de estudante regularmente emitida pela UNE, UBES e ANPG, ou pela União Colegial de Minas Gerais (UCMG) e distribuída por entidades estudantis; União Estadual dos Estudantes, diretórios centrais de estudantes, uniões municipais, diretórios acadêmicos, grêmios estudantis e centros acadêmicos.

  • Belo Horizonte: de acordo com a Lei Municipal de Belo Horizonte 9.070/2005, os menores de 21 anos têm direito à meia-entrada,.

Rio de Janeiro (RJ)

Os menores de 21 anos têm direito à meia-entrada, de acordo com a Lei Estadual RJ nº 3.364/2000.

  • Rio de Janeiro (cidade): Professores e profissionais da rede pública municipal de ensino têm direito à meia-entrada de acordo com a Lei Municipal do Rio de Janeiro nº 3.424/2002. Para isso deve-se apresentar a carteira funcional emitida pela Secretaria Municipal de Educação.

Goiás (GO)

Os professores e profissionais da rede pública municipal e estadual de ensino têm direito à meia-entrada, de acordo com a Lei Estadual de Goiás nº 14.975/2004, 17.396/2011 e 17.575/2012. O benefício será liberado perante a apresentação de documento de identidade oficial com foto e comprovante de vínculo empregatício com a instituição de ensino.

  • Goiânia: Doadores regulares de sangue registrados perante a Secretaria Municipal de Saúde ou banco de sangue. De acordo com a Lei Municipal nº 8.558/2007. É necessário que seja apresentado documento de identidade oficial com foto e documento oficial expedido pela Secretaria de Estado da Saúde ou banco de sangue, válido e vigente.

Pernambuco (PE)

Têm direito à meia-entrada no Estado de Pernambuco, professores e servidores ativos e aposentados, quando vinculados a instituições de ensino publicamente reconhecidos. De acordo com a Lei Estadual 12.258, de 22 de agosto de 2002. É necessário a apresentação de carteira funcional emitida pela Secretaria Estadual de Educação; Carteira Profissional, documento de comprovação de filiação a instituição representativa de professores ou servidores de instituições de ensino para utilizar o benefício, ou qualquer documento público que comprove os requisitos previstos na Lei.

Além de um desses documentos é necessário apresentar o Documento de Identidade oficial com foto expedido por órgão público e válido em todo território nacional, seja ele original ou cópia autenticada. Portadores de câncer e seu acompanhante (quando comprovada a necessidade de acompanhamento), conforme Lei Estadual 15.724/2016, também se incluem como beneficiários da meia-entrada.

O benefício será concedido mediante apresentação obrigatória do atestado médico com a classificação internacional da doença (CID). E também fornecido por um profissional cadastrado no Sistema Único de Saúde (SUS); emitido até um ano antes de sua apresentação. Deve-se apresentar também um Documento de Identidade oficial com foto, expedido por órgão público e válido em todo território nacional.

  • Recife: Os professores da rede municipal de ensino têm direito à meia-entrada de acordo com a Lei Municipal de Recife nº 16.902/2003, mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto e holerite.

Rio Grande do Sul (RS)

De acordo com a Lei Estadual do Rio Grande do Sul  nº 13.891/2012, doadores regulares de sangue registrados no hemocentro e nos bancos de sangue dos hospitais do Estado, apresentando documento de identidade oficial com foto e carteira de controle das doações expedida pela Secretaria de Estado da Saúde ou pelos hemocentros e bancos de sangue do Estado do Rio Grande do Sul, dentro do prazo de validade têm direito à meia-entrada.

  • Porto Alegre: De acordo com as Leis Municipais de Porto Alegre 9.989/2006 e 11.211/2012, os menores de 15 anos têm direito à meia-entrada.  Também os aposentados ou pensionistas do INSS; recebedores de até três salários mínimos, de acordo com a Lei Municipal de Porto Alegre 7.366/1993. Estes devem levar um documento emitido pela Federação dos Aposentados e Pensionistas do Estado do Rio Grande do Sul. Ou mesmo outras Associações da Classe, registradas ou filiadas à citada Federação.

Carteira de Estudante para meia-entrada

A identidade visual do Documento do Estudante é atualizada em janeiro de cada ano. Ela conta com cada vez mais tecnologias de segurança e garante ao estudante o direito à meia-entrada. Ao pedir o Documento do Estudante, sua validade é até março do ano seguinte a sua emissão.

Quem tem direito à Meia-Entrada em jogos de futebol?

INGRESSOS PARA O MUSEU DO FUTEBOL

O direito à meia-entrada também é garantido no Museu do Futebol. Para que o estudante utilize este benefício ele deverá apresentar sua Carteira de Estudante. A entrada no Museu do Futebol é gratuita toda terça-feira. Ele fica aberto, de terça a domingo das 09:00 às 18:00, com entrada permitida até as 17:00 O Museu do Futebol fica na Praça Charles Miller (sem número) sob as arquibancadas do Estádio do Pacaembu.

Seu atendimento, sua infraestrutura e suas ações educativas são reconhecidas na excelência para todos os públicos. O museu é multisensorial e conta com vídeos, fotos, áudios e muita interatividade que desperta a sensibilidade, memória e imaginação dos visitantes. Este museu-experiência conta histórias, emociona, diverte garante acesso para todos.

INGRESSO PALMEIRAS

Além de estudantes que apresentarem a Carteirinha de Estudante; idosos, pessoas com deficiência, jovens de baixa renda e, em alguns municípios, professores; pagam metade do valor no ingresso, sócios-torcedores dos clubes de futebol no Brasil. Dessa forma, torcedores palmeirenses, podem comprar ingressos através do site https://palmeiras.futebolcard.com/ sendo que sócios-torcedores podem comprar seus ingressos antecipadamente e com desconto.

INGRESSO CORINTHIANS

Para que estudantes comprem sua meia-entrada em jogos do Corinthians eles devem apresentar a CIE (Carteira de Identificação Estudantil). Os sócios do Fiel Torcedor podem comprar ingresso para os jogos do Corinthians na Arena Corinthians pelo site www.fieltorcedor.com.br ou no Posto de Atendimento do programa na galeria central do Parque São Jorge. Além disso, existem alguns grupos que não pagam nos jogos do Corinthians. São eles os menores até 11 anos, maiores de 60 anos e pessoas com deficiência.

Desta forma, para comprar ingresso online para os jogos do Corinthians na Arena Corinthians, é preciso acessar o site  www.ingressoscorinthians.com. Lembrando que para comprar ingressos online não é preciso fazer parte do programa Fiel Torcedor. Esperamos que este artigo tenha sido muito útil para você! Solicite sua carteira de estudante oficial da UNE, UBES e ANPG, válida em todo território nacional.

Sua meia-entrada é garantida com o ID Estudantil, e ainda, com o ID Jovem você pode ter sua carteira de estudante digital gratuitamente. Se você possui ID Jovem você pode fazer o Documento do Estudante gratuitamente.

Para isso basta fazer o cadastro no site documentodoestudante.com.br , não efetuar o pagamento, enviar para o sae@documentodoestudante.com.br o número da solicitação e a imagem do ID Jovem e aguardar resposta da DNE para seguir com a solicitação gratuita

A carteira de estudante original das entidades estudantis tem formato físico de cartão. Porém ela pode ser usada tranquilamente para compras online. Isso porque é  o código de uso (presente na parte inferior do documento e composto de letras e números) que define e individualiza cada carteira. Apesar de ser possível a compra online de ingressos, é interessante que você leve o cartão de estudante no dia do evento. Porque normalmente ele pode ser solicitado na entrada do evento a fim de comprovar o benefício.  Apesar de não termos uma carteira de estudante digital, desenvolvemos uma facilidade digital para você. Com ela você pode conferir a autenticidade do seu DNE, te apresentamos: o aplicativo Meia-Entrada. Dessa forma, as entidades emissoras da carteira de estudante – ou seja nós do DNE – disponibilizamos um aplicativo exclusivo, disponível para IOs e Android, onde todos poderão conferir a oficialidade do documento.

Aplicativo de celular para a validação da Carteira de Estudante

Uma novidade muito interessante e útil tanto para estudantes quanto para bilheterias é o nosso aplicativo de celular para validação da carteira de estudante.  Para tanto, a sua carteira de estudante é lida pelo aplicativo por meio da câmera do seu celular. Ele tem a capacidade de decodificar o QR-Code e atestar a oficialidade do documento. Isso é feito ao conferir na base nacional se sua carteira está cadastrada.

Como valido minha carteira de estudante com o aplicativo?

O app é muito útil tanto para os estudantes quanto para as entidades promotoras de eventos. Isso porque ele torna ainda mais fácil conferir se a carteira de estudante apresentada é realmente oficial. Com o app, a praticidade e a gratuidade que ele oferece, estaremos fiscalizando mais ainda a CIE. Com o aplicativo também estamos coibindo fraudes e falsificações, coisas que, infelizmente, ainda ocorrem. Para conferir se a carteira de estudante que você possui é oficial basta habilitar a câmera do seu celular para a leitura de QR-code. Uma vez baixado o app Meia-Entrada, clique em “Validar Documento” e aponte a câmera para o seu documento.

O aplicativo também pode ser usado de forma integrada a processos digitais de venda de ingressos. Isso possibilita maior controle da venda da meia-entrada pelas bilheterias e produtoras de eventos.

Solicite sua carteira de estudante e faça parte dos milhares de estudantes que estão economizando e pagando meia!

A 2º via do passe livre é na verdade, a segunda via do bilhete único. Ele pode ser solicitado em caso de roubo, perda, ou no caso do seu documento ter sido apreendido pela SPTrans devido a mal uso.

O que acontece com cartões apreendidos pela SPTrans

Os cartões que são retidos por uso indevido são destruídos.  A 2° via pode ser solicitada, nesse caso, após o comparecimento do titular do documento ou de seu responsável até o Posto Central: 

  • Rua Boa Vista, 274 – Centro (segunda a sexta-feira, das 8h às 17h para análise da situação e emissão da 2ª). Tenha em mãos os seguintes documentos:
  • Documento oficial com foto do estudante.
  • Comprovante de escolaridade atual (até um mês) assinado e carimbado.
  • Comprovante de residência (água, luz, telefone – emitido nos últimos 6 meses) em nome do responsável (quando o estudante for menor de idade) ou do próprio estudante (quando for maior de idade).

É possível que outra pessoa compareça no lugar do estudante, porém além desses documentos, precisará apresentar uma declaração do aluno escrita de próprio punho autorizando o atendimento e a retirada da 2ª via do cartão.

O cartão pode ser apreendido caso outras pessoas estejam usando o seu bilhete único ou caso a foto cadastrada esteja desatualizada. A retenção do bilhete único estudante é feita pelos Técnicos da SPTrans e acaba por suspender o benefício do aluno até o final do ano letivo. A fim de evitar que isso aconteça é importante nunca emprestar o cartão e manter dados cadastrais e foto corretos e atualizados.

Algumas outras postagens que podem ser muito úteis para você!

Renovação do Passe livre

Quando for início de período letivo você pode renovar o seu passe livre assim que solicitar um novo Bilhete Único através do site. Para tanto basta fazer o mesmo processo anterior, de preenchimento do formulário no site da SPTrans com todos os dados solicitados.

Saiba mais sobre a documentação necessária e como solicitar o seu passe livre lendo a matéria: Passe Livre – Solicite o seu!  Já para renovar ou emitir um novo bilhete acesse Bilhete Único Estudante Online.

Pelo site da SPTrans você pode fazer a consulta do seu passe livre e verificar o status da sua solicitação. Saiba se você tem direito ao passe livre e se seu benefício será liberado!

Se você estuda em alguma instituição de ensino da rede pública municipal, estadual ou federal seu passe livre está garantido.

Mas atenção, para tanto você precisa estar matriculado em: ensino fundamental ou ensino médio ou ensino técnico e profissionalizante.

Estes alunos têm o direito automático ao  passe livre assim que a instituição de ensino a que ele pertence, manda o dados dele para que o bilhete único possa ser emitido. 

Estudantes de ensino superior (mestrado, doutorado, especialização) e tecnológicos, por outro lado, podem ser contemplados com a gratuidade se apresentarem um autodeclaração de “Baixa Renda”. 

Para tanto, o estudante deve ter e comprovar que sua família possui renda per capta inferior a 1,5 salário mínimo. Além disso, o aluno deve possuir o número do CadÚnico e, como já explicado anteriormente, ter presença no cadastro enviado pela instituição de ensino.

O bilhete escolar também pode ter passe livre para estudantes que participam de algum dos Programas Governamentais:

  •  PROUNI, FIES, Escola da Família e Cotas Sociais. 

Estes alunos também possuem direito automático ao passe livre, porque já estão inseridos em um programa de bolsa financiamento e o governo já sabe que esse estudante é elegível para o benefício da gratuidade.

 Além destes, estudantes do Projovem Urbano, ministrado em instituições de ensino da rede pública municipal também estão incluídos para receber o benefício.

Algumas outras postagens que podem ser muito úteis para você!

Quantas cotas você terá direito

A quantidade de cotas a que você tem direito é calculada baseada na estrutura do seu curso. Dessa forma, estudantes matriculados em cursos que possuem estrutura diferente daquela adotada pelos cursos regulares (anual ou semestral), como é o caso de alguns cursos técnicos e profissionalizantes; cursos realizados à distância, aqueles com freqüência flexível, cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado, entre outros, podem ter a cota fracionada em virtude dessa estrutura, ou por diversos outros fatores.

Saiba mais sobre a documentação necessária e como solicitar o seu passe livre lendo a matéria: Passe Livre – Solicite o seu! Já para solicitar ou renovar seu bilhete acesse: Bilhete único estudante.

Para solicitar o Passe Livre é necessário preencher um formulário diretamente no site da SPTrans. Esse benefício é essencial para o estudante paulistano, porém, para requisitar o passe livre, é necessário alguns passos e também atender a algumas condições.

Quantas cotas você tem direito

Estudantes matriculados em cursos que possuem estrutura diferente daquela adotada pelos cursos regulares (anual ou semestral) tem menos cotas. Como é o caso de alguns cursos técnicos e profissionalizantes; cursos realizados à distância, aqueles com freqüência flexível, cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado, entre outros, podem ter a cota fracionada em virtude dessa estrutura, ou por diversos outros fatores.Dessa forma, a quantidade mensal de cotas a que você tem direito é calculada baseada na estrutura do seu curso. 

Algumas outras postagens que podem ser muito úteis para você!

Como carregar cotas do Passe Livre

Para carregar as cotas de gratuidade você deve inserir o cartão escolar duas vezes no equipamento de recarga (aquele usado para recarga de vale-transporte). A primeira serve para carregar as cotas de gratuidade ônibus e outra para carregar as cotas de gratuidade trilho. 

A gratuidade constitui-se em cotas de créditos para viagens da sua residência até a sua instituição de ensino e vice e versa. Assim, você recebe a quantidade de créditos de viagens a que tem direito, para usar nos ônibus e nos trilhos.

Os equipamentos de recarga estão disponíveis em estações do Metrô, nos Postos de Venda e Atendimento e Terminais de ônibus da SPTrans, pontos da Rede Complementar composta por padarias, bares, farmácias e diversos estabelecimentos comerciais distribuídos pela Cidade. 

Como solicitar o seu Bilhete Único Estudantil

Para requisitar o benefício do Passe Livre é necessário ter o bilhete único do estudante. Siga os passos e solicite o seu documento!

  • Antes de tudo entre em contato com sua instituição de ensino e informe que você quer usar os seus benefícios de estudante através do Bilhete Único Estudante da SPTrans 
  • A instituição irá enviar os seus dados para a SPTrans (dados como; nome completo, endereço de residência, telefone, curso, entre outros)
  • Você pode ir conferindo com a sua instituição se os dados já foram enviados. Muito provavelmente essa informação poderá ser conferida junto a secretaria ou no portal online da sua instituição.
  • Após seus dados estarem com a SPTrans, acesse sptrans.documentodoestudante.com.br
  • No site clique em ‘Solicite Agora’
  • Caso seja sua primeira vez emitindo o Bilhete Único Estudante pelo site do DNE clique em “Cadastrar”
  • Ou em “Já sou cadastrado” caso você já tenha feito o cadastro e esteja querendo acompanhar o andamento da sua solicitação.
  • Ai é só preencher com seus dados o formulário de cadastro; ou seja, informar: nome, e-mail, celular, CPF e RG.
  • Já com essas informações o site vai verificar se a sua instituição de ensino já enviou os dados para a SPTrans.
  • Em caso de sucesso  suas informações aparecerão na tela para você conferir se estão corretas e prosseguir – se tiver alguma coisa errada você pode alterar nesse momento.
  • Tudo certo? Então escolha a forma de pagamento do seu bilhete único. Se você escolher pagar por cartão de crédito a aprovação do pagamento será imediata. Já se você preferir pagar por boleto ele pode demorar até 5 dias úteis para ser compensado;
  • Após isso informe o endereço onde você quer receber o seu bilhete
  • Depois faça o carregamento de uma foto – de frente em um fundo branco – pode ser uma selfie bem estilosa? Pode, desde que não tenha boné, cabelo ou óculos de sol cobrindo o rosto.
  • Também faça o carregamento de uma foto do seu documento de identificação – caso seja RG precisaremos de uma foto da frente e do verso; já se você usar passaporte ou CNH basta enviar foto da frente.
  • O próximo passo é de verificação da sua conta. Iremos te enviar por SMS ou por e-mail – você que escolhe! Seja por e-mail e seja por SMS te enviaremos um código de  4 dígitos para que você digite no site.
  • Agora é só aguardar a confirmação dos seus dados. Qualquer alteração você receberá um e-mail informando sobre cada etapa da sua solicitação.
  • Caso tenha algum erro em seus dados aparecerá “Conferência Reprovada” e mais informações sobre o erro para que você possa corrigir.
  • Nenhum erro identificado? Então aparecerá “Em Produção”, em seguida, “Em Transporte” onde você poderá acompanhar o rastreio da transportadora. Por fim aparecerá “Entregue”
  • Quando você receber em casa ainda precisará desbloquear o seu Bilhete Único Estudante. Mas é muito fácil, acesse sua conta no site e clique em “Desbloquear Documento”.
  • Para desbloquear basta informar o código de uso presente no seu documento – aquele código que fica em baixo no cartão e ao lado do QR code.
  • Atenção: ao desbloquear o seu Bilhete Único do Estudante, todos os seus bilhetes anteriores serão cancelados e qualquer saldo que havia em outro cartão será automaticamente transferido para o novo bilhete em até 24h. Após isso basta encostar seu bilhete em um terminal de recarga para restituição do seu saldo.

Saiba mais sobre a documentação necessária e como solicitar o seu passe livre lendo a matéria: Passe Livre – Solicite o seu!

O passe livre é um direito não apenas de estudantes de “baixa renda” mas também de idosos, deficientes, crianças e alguns profissionais que podem utilizar o transporte público sem pagar. Conheça quem tem direito e como fazer para o utilizar o benefício.

Idosos

Pessoas com idade e igual ou superior a 60 anos podem andar de graça nos coletivos de São Paulo. Para conseguir o benefício há duas formas:

A primeira é fazer um Bilhete Único Especial do idoso. Para tanto basta enviar cópia do RG, da CNH ou do CIE; uma do CPF; um comprovante de residência atual; uma foto 3×4 recente e algum número de telefone para contato.

A outra opção é simplesmente apresentar um documento com foto que comprove a idade quando for desembarcar do coletivo. Mas sem o Bilhete Único do Idoso, o passageiro não poderá passar a catraca.

Pessoas com deficiência

Pessoas com deficiência física, auditiva, visual ou mental também pode ter passe livre. Para ter acesso ao Bilhete Único Especial – PCD, o passageiro precisa fazer um cadastro online no site da SPTrans e imprimir um relatório médico para ser preenchido por algum médico cadastrado no sistema.

Para concluir o pedido, a pessoa precisa apresentar um documento de identificação com foto (original e cópia), o relatório médico preenchido, assim como laudos médicos em um dos postos de atendimento, abertos de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. 

Para quem precisa de acompanhantes, o acesso é liberado no cartão para uma segunda pessoa, logo após a passagem do usuário pela catraca.

Gestantes

Algumas gestantes podem ter sua passagem inteiramente custeada pela Secretaria Municipal de Saúde ao usar o Bilhete Único – Mãe Paulistana. Ele pode ser  adquirido por grávidas inscritas no Programa de Proteção da Saúde da Gestante e do Recém-Nascido. Para isso, as mulheres precisam estar cadastradas nas UBS (Unidades Básicas de Saúde). Esse bilhete, diferente dos outros, tem validade de 2 anos, após o fim desse prazo, as mulheres precisam de um Bilhete Único Comum.

Diferença entre o Bilhete Único Mãe Paulistana e o Bilhete Único Gestante

O Bilhete Único – Gestante serve apenas para que as grávidas tenham o direito de desembarcar pela porta da frente e pode ser adquirido no 5º mês de gestação. Já o  Bilhete Único – Mãe Paulistana, a mulher é isenta de pagar a passagem que é financiada pela Secretaria Municipal da Saúde.

Crianças

Crianças menores de seis anos de idade também não pagam pelo transporte público desde que acompanhadas de responsáveis.

Profissionais com direito ao benefício

Policiais e integrantes das forças armadas,desde que estejam fardados não pagam pelo transporte público. Bem como oficiais de Justiça que precisam no entanto mostrar seu crachá funcional. Assim como, carteiros desde que uniformizados e com o cartão funcional de serviço.

 Professores não possuem isenção da passagem mas desconto de 50%; Para conseguir o benefício ele precisa dar aula em instituições públicas ou privadas que estejam cadastradas no Sistema de Bilhete Único Escolas da SPTrans. Além de precisar morar a mais de 1km de onde lecionam.

Algumas outras postagens que podem ser muito úteis para você!

Estudantes

A primeira condição para ter o passe livre estudantil é o aluno estudar em alguma instituição de ensino da rede pública municipal, estadual ou federal. 

E sendo eles dos níveis educacionais: 

  • ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico e profissionalizante.

Assim, estes alunos têm o direito automático ao passe livre assim que a instituição de ensino a que ele pertence, manda o dados dele para que o bilhete único estudante possa ser emitido. 

Saiba mais sobre a documentação necessária e como solicitar o seu passe livre lendo a matéria: Passe Livre – Solicite o seu!

O Passe Livre da CPTM é o mesmo usado para ônibus e metrô e as cotas para CPTM estão junto das de metrô. Isso porque na hora de carregar as cotas para o seu bilhete é necessário inserir o cartão uma primeira vez para carregar cotas para ônibus, e uma segunda vez para carregar cotas para o sistema trilho (Metrô e CPTM)

Até 2017 o passe livre era concedido automaticamente assim que os estudantes se autodeclaravam baixa renda. Porém a partir do início de 2018 a prefeitura de SP exigiu a apresentação do Cadastro Único para Programas Sociais – CadÚnico.

E para conseguir o cadastro no CadÚnico o estudante deve realizar uma entrevista com uma assistente social do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo de sua residência e levar consigo os seguintes documentos, próprios e das pessoas que moram com ele, a fim de certificar a baixa renda

  • CPF ou o Título de Eleitor originais.
  • RG, CPF, Carteira profissional, Título de eleitor, Certidão de nascimento OU certidão de casamento;
  • Declaração Escolar de todas as crianças e adolescentes que estudam;
  • Comprovante de residência com CEP (o mais recente possível).

Após a entrevista, o CRAS fornecerá o NIS (Número de identificação social), que o estudante deverá inserir em seu cadastro junto à SPTrans. Por último deve pagar um taxa de R$ 30 para liberação da cota.

Algumas outras postagens que podem ser muito úteis para você!

Quem tem direito ao Passe Livre na CPTM

No caso do Sistema sobre Trilho (Metrô/CPTM) é necessário ainda estar matriculado em curso localizado na região Metropolitana de São Paulo ou em municípios atendidos pela CPTM.

A gratuidade garante aos estudantes cotas duplas com direito a 2 viagens de 2 horas cada com até 04 embarques por viagem, e até 02 embarques/dia no sistema trilho (Metrô e CPTM), e devem ser adquiridas do primeiro até o último dia do mês a que se referem, e utilizadas até o dia cinco do mês subsequente.

Como pedir Passe Livre

O cadastro para o passe livre deve ser feito diretamente no site da SPTrans, porém a solicitação do Bilhete Único Estudantil deve ser feito antes. Solicitando o bilhete único pelo site você tem mais comodidade de aguardar o seu bilhete único chegar em sua residência! Siga os seguintes passos:

  • cadastre-se no site Bilhete Único Estudante
  • informe à sua Unidade de Ensino que deseja utilizar o Bilhete Único de Estudante no ano vigente;
  • aguarde o envio dos seus dados de matrícula à SPTrans pela Unidade de Ensino;
  • depois da Unidade de Ensino enviar seus dados você poderá efetuar o pagamento do bilhete único.
  • Após seu pagamento ser aprovado basta fazer o upload dos documentos solicitados: RG, CNH, Passaporte ou RNE e ainda 1 foto recente de rosto (pode ser uma selfie bem estilosa? Pode, desde que não tenha boné, cabelo ou óculos de sol cobrindo o rosto).
  • Agora é só aguardar o seu bilhete único chegar no conforto do seu lar!

Tire absolutamente todas as suas dúvidas lendo o artigo: Passe Livre – tenha o seu benefício!

Para fazer o passe livre e seu cadastro é necessário primeiro ter o Bilhete Único Estudantil e fazer a sua solicitação. Após isso você poderá preencher um formulário diretamente no site da SPTrans solicitando o passe livre. Mas vamos por partes, primeiro é preciso ter o seu bilhete único ao menos cadastrado e, depois, pedir pelo benefício do passe livre.

Como solicitar seu Bilhete Único Escolar

  • Cadastre-se no site Bilhete Único Estudante
  • Informe à sua Unidade de Ensino que deseja utilizar o Bilhete Único de Estudante no ano vigente;
  • Aguarde o envio dos seus dados de matrícula à SPTrans pela Unidade de Ensino;
  • Depois da Unidade de Ensino enviar seus dados você poderá efetuar o pagamento do bilhete único.
  • Após seu pagamento ser aprovado basta fazer o upload dos documentos solicitados: RG, CNH, Passaporte ou RNE e ainda 1 foto recente de rosto
  • Agora é só aguardar o seu bilhete único chegar no conforto do seu lar!

Passe Livre como funciona?

O passe livre é concedido ao estudante de complexidade socioeconômica. o benefício permite que o aluno tenha condições de frequentar a escola e suas atividades diariamente. Porém, para ter direito ao benefício é necessário se encaixar em algumas condições:

A primeira condição para ter o passe livre estudantil é o aluno estudar em alguma instituição de ensino:

  •  rede pública municipal, estadual ou federal. 

E sendo eles dos níveis educacionais:

  • ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico e profissionalizante.

Estes alunos têm o direito automático ao passe livre. Isso acontece assim que a instituição de ensino manda o dados dele para que o bilhete único possa ser emitido. Assim, a empresa de transportes já entende que ele é aluno da rede pública e que já possui o passe livre instantaneamente.

Estudante de ensino superior e tecnológicos por outro lado,  podem ser contemplados pelo benefício mediante uma autodeclaração de “Baixa Renda”. Para isso devem possuir, renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo. Também devem possuir o número do CadÚnico e presença no cadastro enviado pela instituição de ensino. Caso não se encaixem nessa exigências o aluno recebe meia passagem.

Algumas outras postagens que podem ser muito úteis para você!

Como carregar cotas do Passe Livre

O passe livre constitui-se em cotas de créditos para viagens da residência do aluno até a sua instituição de ensino (e vice e versa). Dessa forma o aluno recebe a quantidade de créditos de viagens a que tem direito para usar nos ônibus e nos trilhos. 

Para carregar o seu bilhete com cotas de gratuidades é bem prático. Basta inserir o cartão duas vezes no equipamento de recarga (o mesmo usado para recarga de vale-transporte). A primeira vez serve para carregar as cotas de gratuidades ônibus e a segunda para carregar as cotas de gratuidades trilho

Os equipamentos de recarga estão disponíveis em estações do Metrô, nos Postos de Venda e Atendimento e Terminais de ônibus da SPTrans, pontos da Rede Complementar composta por padarias, bares, farmácias e diversos estabelecimentos comerciais distribuídos pela Cidade. 

Tire absolutamente todas as suas dúvidas lendo o artigo: Passe Livre – tenha o seu benefício!

X