Author

Samira Germano

Browsing

A carteira de identificação Estudantil (CIE) é a famosa carteira de estudante. Ela é a única que pode assegurar que o estudante possa comprar meia-entrada em cinemas; shows, teatros, jogos, palestras e demais eventos artísticos-culturais.

É  importante notar que todos os produtores de eventos devem disponibilizar a meia-entrada para todas as seções. É relevante que, caso a produtora queira estender a meia-entrada para todo o público; o estudante e demais beneficiários da meia, ainda assim devem pagar meia-entrada. Em outras palavras; metade da metade do preço que está sendo vendido para todo o público.  Ademais, por lei todos os cinemas são obrigados a destinar 40% do total de ingressos para a meia-entrada. No caso da meia entrada estudantil, os cinemas aceitam apenas quando o estudante apresenta a carteira de estudante.

Art. 1o  É assegurado aos estudantes o acesso a salas de cinema, cineclubes, teatros, espetáculos musicais e circenses e eventos educativos, esportivos, de lazer e de entretenimento, em todo o território nacional, promovidos por quaisquer entidades e realizados em estabelecimentos públicos ou particulares, mediante pagamento da metade do preço do ingresso efetivamente cobrado do público em geral.

Direito do estudante garantido

Segundo o artigo nº 2 da Lei da Meia-Entrada (12.933):

Terão direito ao benefício os estudantes regularmente matriculados nos níveis e modalidades de educação e ensino previstos no Título V da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que comprovem sua condição de discente, mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pelas entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano, conforme modelo único nacionalmente padronizado e publicamente disponibilizado pelas entidades nacionais antes referidas e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com certificação digital deste, podendo a carteira de identificação estudantil ter 50% (cinquenta por cento) de características locais.

Quem pode pedir a CIE?

Como está previsto na lei, o documento CIE (carteira do estudante) pode ser feito apenas por estudantes. Entretanto, jovens que não são estudantes têm a possibilidade de pedir o ID Jovem; que possibilita a compra da meia entrada também.

Para fazer a CIE DNE é necessário fazer a inscrição no site oficial de emissão e solicitar o documento. Vale notar que a carteira de estudante possui validade – que é 31 de março do ano posterior ao de sua emissão. Contudo as produtoras de eventos também devem cumprir com algumas regras; são elas:

As produtoras dos eventos deverão disponibilizar:

I – o número total de ingressos e o número de ingressos disponíveis aos usuários da meia-entrada, em todos os pontos de venda de ingressos, de forma visível e clara;

II – o aviso de que houve o esgotamento dos ingressos disponíveis aos usuários da meia-entrada em pontos de venda de ingressos, de forma visível e clara, quando for o caso.

Agora que você já têm mais informações sobre seu benefício solicite sua carteira de identificação estudantil CIE

Parece até sonho mas pagar meia-entrada no cinema é uma realidade e vamos te mostrar como isso é possível. O benefício à meia-entrada segue uma política própria. Esse direito é garantido por leis federais (de abrangência nacional) e de regionais (de abrangência municipal e/ou estadual). As leis federais em vigor garantem o benefício da Meia-Entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de baixa renda (com idade entre 15 e 29 anos e que precisam apresentar o ID Jovem).

Lei da Meia-Entrada

Ao acessar o evento é necessário a apresentação da documentação que comprove o direito ao benefício, de acordo com a lei em vigor. A documentação necessária para cada categoria beneficiada é, RG no caso de idosos com idade igual ou superior a 60 anos; pessoas com deficiência devem apresentar Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS e, por fim, estudantes devem apresentar a carteira de estudante.

Como faço para ter o direito

É necessário primeiro saber se você se enquadra em uma das categorias que possuem direito ao benefício da meia-entrada.  A Lei Federal 12.933/13 garante o direito do estudante brasileiro à pagar metade do valor do ingresso em eventos.

A Lei Federal 10.741/03 (Art. 23) prevê o benefício a idosos com idade igual ou superior à 60 anos bastando apenas apresentar o documento de identidade oficial com foto.

Lei Federal 12.933/13 e Decreto Federal 8.537/15 prevê o direito da meia entrada para pessoas com deficiência devendo portanto apresentar Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. No momento de utilização dos ingressos, esses documentos deverão estar acompanhados de documento de identidade oficial com foto (Art. 6ºdo Decreto 8.537/15).

De acordo com Lei Federal 12.933/13 e Decreto Federal 8.537/15 jovens de baixa renda também tem direito ao benefício e para tanto devem apresentar a  Carteira de Identidade Jovem emitida pela Secretaria Nacional de Juventude, acompanhada de documento de identidade oficial com foto. (Art. 5º do Decreto 8.537/15)

Sua meia-entrada é garantida com o ID Estudantil, e ainda, com o ID Jovem você pode ter sua carteira de estudante digital gratuitamente. Se você possui ID Jovem você pode fazer o Documento do Estudante gratuitamente.
Para isso basta fazer o cadastro no site documentodoestudante.com.br , não efetuar o pagamento, enviar para o sae@documentodoestudante.com.br o número da solicitação e a imagem do ID Jovem e aguardar resposta da DNE para seguir com a solicitação gratuita

Carteira de Estudante

Para os estudantes conseguirem comprar meia entrada e fazer valer o seu direito, é preciso apresentar a carteira de estudante. De acordo com a Lei Federal 12.933 a CIE deve ser emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), entidades estudantis estaduais e municipais, Diretórios Centrais dos Estudantes, Centros e Diretórios Acadêmicos de nível médio e superior, conforme modelo único nacionalmente padronizado que você pode conferir neste link.

Os elementos indispensáveis da CIE são:

I – nome completo e data de nascimento do estudante;

II – foto recente do estudante;

III – nome da instituição de ensino na qual o estudante esteja matriculado;

IV – grau de escolaridade;

V – data de validade até o dia 31 de março do ano subsequente ao de sua expedição.

Onde minha Carteira de Estudante é aceita?

A Carteira de Estudante deve ser aceita em bilheterias físicas e online, quando dentro de sua validade. A meia-entrada estudantil é garantida em eventos artísticos-culturais como cinemas, teatros, museus, exposições, jogos de esporte, palestras e shows.

Quais cinemas aceitam meia no ingresso?

Por lei todos os cinemas são obrigados a destinar 40% do total de ingressos para a meia-entrada. Dessa maneira, no caso da meia entrada estudantil, os cinemas aceitam apenas quando o estudante apresenta a carteira de estudante. Também é importante notar que todos os produtores de eventos devem disponibilizar a meia-entrada para todas as seções. Do mesmo modo, caso a produtora queira estender a meia-entrada para todo o público, o estudante e demais beneficiários da meia, ainda assim devem pagar meia-entrada – em outras palavras, metade da metade do preço que está sendo vendido para todo o público.

Cinemark

A Cinemark é uma cadeia de cinemas presente nas seguintes cidades: Aracaju, Barueri, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, Cuiabá Curitiba, Florianópolis, Goiânia, Guarulhos, Londrina, Manaus, Natal, Niterói, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano, São Paulo, Uberlândia e Vitória.

Ingresso .com

É um e-commerce de ingresso principalmente para o cinema mas que também oferece ingressos para peças de teatro, shows e partidas de futebol. A plataforma começou nos anos 2000 e está presente atualmente em mais de 130 cidades.

Masterpass

A Masterpass é uma solução de pagamento gratuita que permite fazer compras on-line com um único cadastro. Similarmente, o sistema guarda informações de cartões de créditos e pré-pago, de diversas bandeiras, e de qualquer banco emissor em um único lugar. Isso torna o processo de compra mais ágil. Ainda assim ao comprar ingresso com MasterPass na ingresso.com, a taxa de serviço do ingresso de maior valor é por conta da empresa de e-commerce.

Blueticket

A Blueticket é uma empresa de gerenciamento e venda de ingressos para eventos e está no mercado desde 2006

CIEE

CIEE é a sigla de Centro de Integração Empresa-Escola. A CIEE é uma associação brasileira de direito privado e sem fins  lucrativos. De forma que, para fazer parte não é preciso que o jovem desembolse qualquer quantia. Dentre vários programas oferecidos, o mais interessante é o que possibilita aos jovens estudantes brasileiros uma formação integral. E ainda, os ingressa no mercado de trabalho por meio de treinamento e programas de estágio e aprendizagem.

O principal objetivo do CIEE é encontrar oportunidades de estágio e/ou aprendizado para os estudantes dos últimos anos do nível fundamental. E também do nível médio, técnico e superior. O CIEE, beneficia muitos jovens que podem ingressar no mercado de trabalho com salários e bolsas-auxílio de R$400,00 até R$ 1200,00. Além disso, o CIEE também realiza a capacitação teórica e prática do jovem.

Estudante Aprendiz

Constantemente o jovem se vê em um impasse dentro do mercado de trabalho. Para conseguir a maioria das vagas é necessário ter experiência, mas para ter experiência é preciso da vaga. O CIEE também ajuda o estudante nesses casos; eles possuem cursos gratuitos, e-books, guias, e mais centenas de oportunidades para que o jovem se capacite e consiga a vaga almejada.

Agora você já sabe como pode pagar meia-entrada no cinema. 

Uma dúvida recorrente é se estudantes que fazem estágio tem direito a meia-entrada, e portanto, à carteira de estudante. E nós podemos te responder asseguradamente que sim! Apesar de trabalhar – remuneradamente ou não – o estudante continua tendo seu direito de pagar meia nos eventos de entretenimento.

Como funciona a meia-entrada com CIE

O que garante esse direito do estudante brasileiro, é a CIE , popularmente conhecida como carteira de estudante ou ainda documento do estudante. Este documento está previsto na Lei da Meia-Entrada 12.933:

Terão direito ao benefício os estudantes regularmente matriculados nos níveis e modalidades de educação e ensino previstos no Título V da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que comprovem sua condição de discente, mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pelas entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano, conforme modelo único nacionalmente padronizado e publicamente disponibilizado pelas entidades nacionais antes referidas e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com certificação digital deste, podendo a carteira de identificação estudantil ter 50% (cinquenta por cento) de características locais.

A Carteira do Estudante é um documento de identificação em suporte físico de cartão que também conta com um equivalente digital. Este possui formato de Certificado de Atributo com base na certificação digital padrão ICP-Brasil.

Meia-entrada, quem tem direito?

  • Estudantes: regularmente matriculados em ensino fundamental e médio|técnico; graduação, especialização, mestrado, doutorado e supletivo reconhecidos pelo Ministério da Educação – MEC. Cursos como informática e de língua estrangeira não estão inclusos;
  • Idosos: com idade igual ou superior a 60 anos, conforme previsto no  Estatuto do Idoso – Lei Federal 10.741/2003;
  • ID Jovens: de 15 a 29 anos de baixa renda, inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico)  e comprovadamente com renda familiar mensal de até 2 salários mínimos.
  • Pessoas com deficiência: bem como seu acompanhante quando necessário. Devendo para tanto, portar o Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social ou o documento emitido pelo Instituto Nacional da Assistência Social – INSS;

CIEE

CIEE é a sigla de Centro de Integração Empresa-Escola. A CIEE é uma associação brasileira de direito privado e sem fins  lucrativos. De forma que, para fazer parte não é preciso que o jovem desembolse qualquer quantia. É também reconhecida como sendo de utilidade pública e beneficente de assistência social. Dentre vários programas oferecidos, o mais interessante é o que possibilita aos jovens estudantes brasileiros uma formação integral. E ainda, os ingressa no mercado de trabalho por meio de treinamento e programas de estágio e aprendizagem.

O principal objetivo do CIEE é encontrar oportunidades de estágio e/ou aprendizado para os estudantes dos últimos anos do nível fundamental. E também do nível médio, técnico e superior. O CIEE, beneficia muitos jovens que podem ingressar no mercado de trabalho com salários e bolsas-auxílio de R$400,00 até R$ 1200,00. Além disso, o CIEE também realiza a capacitação teórica e prática do jovem.

Estudante Aprendiz

Constantemente o jovem se vê em um impasse dentro do mercado de trabalho. Para conseguir a maioria das vagas é necessário ter experiência, mas para ter experiência é preciso da vaga. O CIEE também ajuda o estudante nesses casos; eles possuem cursos gratuitos, e-books, guias, e mais centenas de oportunidades para que o jovem se capacite e consiga a vaga almejada.

Documento do Estudante garante meia-entrada!

O Documento do Estudante é a famosa carteira do estudante. Seja você um estudante que já faz estágio ou trabalha, seja um estudante que está procurando emprego ou que está apenas se dedicando aos estudos; você tem direito a este documento. Ele é o oficial e reconhecido pelas entidades estudantis brasileiras para a compra da meia-entrada; além disso tudo, ele também tem validade nacional. 

Para saber mais sobre a CIEE e sobre o Documento do Estudante, leia este artigo!

Pagar meia-entrada é basicamente, pagar apenas metade do valor do ingresso. O que nem todos sabem é que a meia-entrada também é válida para jogos de futebol. Como também de outros esportes que aconteçam em território nacional. Vale lembrar que cada categoria contemplada com o benefício necessita de um documento específico para obtenção do ingresso.

Carteira de Estudante

No caso do jovem estudante que queira fazer valer seu direito; deve ser apresentado a Carteira de Estudante, também conhecida como CIE e como Documento do Estudante. Por certo, para fazer a carteira, basta fazer login no site documentodoestudante.com.br e solicitar este documento.

O direito do estudante está contido na Lei Federal 12.933 de 2013, em que se assegura o acesso a salas de cinema. Como também, em cineclubes, teatros, espetáculos musicais e circenses e eventos educativos. esportivos, de lazer e de entretenimento. Garantido em todo o território nacional, promovidos por quaisquer entidades e realizados em estabelecimentos públicos ou particulares. E mediantes pagamento da metade do preço do ingresso cobrado do público em geral.

Sua meia-entrada é garantida com o ID Estudantil, e ainda, com o ID Jovem você pode ter sua carteira de estudante digital gratuitamente. Se você possui ID Jovem você pode fazer o Documento do Estudante gratuitamente.
Para isso basta fazer o cadastro no site documentodoestudante.com.br , não efetuar o pagamento, enviar para o sae@documentodoestudante.com.br o número da solicitação e a imagem do ID Jovem e aguardar resposta da DNE par

Ingresso Rápido para o Museu do Futebol

O museu do futebol também oferece meia entrada aos brasileiros que possuem o direito, como também ao jovem, que deve apresentar seu documento do estudante. Às terças-feiras o museu possui entrada gratuita. Sendo aberto portanto, de terça a domingo das 09:00 às 18:00, com entrada permitida até as 17:00

O Museu do Futebol fica localizado na Praça Charles Miller (sem número) sob as arquibancadas do monumental Estádio do Pacaembu. Sua infraestrutura bem como suas ações educativas são reconhecidas por sua excelência no atendimento a todos os públicos, incluindo pessoas com deficiência e idosos. É um museu multisensorial que conta com vídeos; fotografias, áudios e muita interatividade que aguça a sensibilidade, memória e imaginação de todos os visitantes. É um museu-experiência que conta história, emociona, diverte e que é acessível a todos.

A meia-entrada também é um direito dos idosos (com idade superior a 60 anos) e que, para a comprovação, precisam apenas apresentar o documento de identidade. Pessoas com necessidades especiais e um acompanhante também tem direito a meia-entrada. Para tanto é solicitado o cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da pessoa com deficiência ou Documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. Jovens de baixa renda tem direito á meia-entrada quando com com idade entre 15 e 29 anos, pertencentes à famílias com renda mensal de até dois salários mínimos, inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico.

Ingresso Palmeiras

Além das categorias que já pagam meia-entrada como é o caso de estudantes; idosos, pessoas com deficiência, jovens de baixa renda e, dependendo do município, professores; também pagam metade do valor, sócios-torcedores dos clubes de futebol brasileiro. Para os torcedores palmeirenses, o ingresso é vendido através do site https://palmeiras.futebolcard.com/  sendo que sócios-torcedores podem garantir seu ingresso antecipadamente e com desconto.

Ingresso Corinthians

Para estudantes garantirem sua meia-entrada nos jogos do Corinthians; é necessário apresentar a CIE (documento do estudante) dentro do prazo de validade. Sócios do programa Fiel Torcedor podem adquirir ingresso para os jogos do Corinthians na Arena Corinthians pelo site www.fieltorcedor.com.br ou no Posto de Atendimento do programa localizado na galeria central do Parque São Jorge

Para comprar online ingresso para os jogos do Corinthians na Arena Corinthians, é necessário acessar ao site  www.ingressoscorinthians.com. Vale lembrar que para adquirir o ingresso online não é preciso ser sócio do programa Fiel Torcedor.

É interessante notar que existem grupos de não-pagantes para os jogos do Corinthians. São eles: menores até 11 anos (a partir de 12 anos não tem direito ao benefício), maiores de 60 anos e pessoas com deficiência.

Não deixe de garantir o seu benefício da meia-entrada. Se você é estudante adquira seu documento do estudante, válido até 31 de março do ano seguinte ao da emissão. 

E se você tem dúvidas sobre quem tem direito a Meia-Entrada, nós te indicamos  o artigo “Quem paga meia no cinema

Atualmente o Brasil conta com algumas categorias que possuem o direito de pagar meia-entrada no cinema. Para cada categoria há um documento exigido. A fim de regularizar o benefício nacionalmente, o país dispõe de uma lei nacional que padroniza. E ainda prevê a venda da meia para uma parcela da população. Porém, alguns estados inclui mais setores no benefício, e para tanto, desenvolveram leis próprias.

Como pagar meia no cinema

As vendas de meia são limitadas a 40% do total de ingressos disponíveis. Essa porcentagem é dividida entre estudantes; conforme previsto no Estatuto da Juventude (Lei Federal 12.852 e Lei Federal 12.933 que regulariza a meia-entrada estudantil. Também é nesta porcentagem que saí os ingressos para as pessoas com deficiência (bem como a um acompanhante); desde que comprove sua condição. Além desses, jovens com idade entre 15 e 29 ano cuja renda familiar mensal seja de até 02 salários mínimos e inscritos no CadÚnico, também disputam esses 40%.

Entretanto, o benefício quando estendido à idosos não se limita aos 40% dos ingressos disponíveis para a meia-entrada. O beneficiado deve ter idade igual ou superior a 60 anos, segundo a Lei Federal 10.741/2003 (Estatuto do Idoso)

Ingresso

O ingresso meia-entrada tem a mesma validade do ingresso inteira. As políticas para compra de 50% de desconto tem a função de incluir determinados grupos minoritários nos meios culturais. No caso da meia para estudantes, o objetivo é colaborar para a formação do jovem brasileiro, possibilitando mais acessos aos espaços que podem fazer a diferença na educação do estudante.

Comprar ingresso e venda online

O ingresso do cinema também pode ser comprado online nos sites das ticketeiras. Para tanto, há um espaço na hora da compra onde deve ser preenchido com o número da carteira de estudante (o código de uso). No caso de comprar meia entrada para um idoso por exemplo, deve ser colocado o número do documento de identidade ou de outro documento oficial com foto.

Leis Regionais da Meia-Entrada

São Leis Regionais as que foram publicadas em alguns Estados e Municípios. Nesses locais, a Lei Regional deve ser considerada além da Lei Federal para o benefício da meia-entrada.

São Paulo (SP)

No estado de São Paulo o benefício se estende a diretores; coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares do quadro de apoio escolar estadual e municipal (Lei Estadual SP 15.298/14). Como também, professores da rede pública estadual e municipal (Lei Estadual SP 14.729/2012). É necessário apresentar documento de identidade oficial com foto e carteira funcional da Secretaria de Educação ou Holerite que comprove a condição.

  • São Paulo (cidade): Aposentados (Lei Municipal SP nº 12.325/1997). É necessário apresentar documento de identidade oficial com foto e cartão de benefício do INSS que comprove a condição.

Minas Gerais (MG)

Estudantes regularmente matriculados em entidades de ensino de 1º, 2º e 3º anos tem direito a pagar meia. Em casas de diversão, de espetáculos teatrais, musicais e circenses, em casas de exibição cinematográfica, em praças esportivas e similares das áreas de esporte, cultura e lazer do Estado de Minas Gerais (Lei Estadual 11052, de 24/03/1993).

Para tanto é necessário apresentar a carteira de estudante regularmente emitida pela UNE, UBES e ANPG, ou pela União Colegial de Minas Gerais (UCMG) e distribuída por entidades estudantis tais quais; União Estadual dos Estudantes, diretórios centrais de estudantes, uniões municipais, diretórios acadêmicos, grêmios estudantis e centros acadêmicos.

  • Belo Horizonte: Os menores de 21 anos têm direito à meia-entrada, de acordo com a Lei Municipal de Belo Horizonte 9.070/2005.

Rio de Janeiro (RJ)

De acordo com a Lei Estadual RJ nº 3.364/2000 os menores de 21 anos têm direito à meia-entrada.

  • Rio de Janeiro (cidade): Professores e profissionais da rede pública municipal de ensino têm direito à meia-entrada; de acordo com a Lei Municipal do Rio de Janeiro nº 3.424/2002. Para tanto é necessário a apresentação da carteira funcional emitida pela Secretaria Municipal de Educação.

Goiás (GO)

De acordo com a Lei Estadual de Goiás nº 14.975/2004, 17.396/2011 e 17.575/2012. Os professores e profissionais da rede pública municipal e estadual de ensino têm direito à meia-entrada. Sendo liberado o benefício mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto e comprovante de vínculo de emprego com a instituição de ensino.

  • Goiânia: Doadores regulares de sangue, desde que sejam registrados perante a Secretaria Municipal de Saúde ou banco de sangue. De acordo com a Lei Municipal nº 8.558/2007. É necessário que seja apresentado documento de identidade oficial com foto e documento oficial expedido pela Secretaria de Estado da Saúde ou banco de sangue, válido e vigente.

Pernambuco (PE)

Professores e servidores ativos e aposentados, vinculados a instituições de ensino publicamente reconhecidos no Estado de Pernambuco têm direito à meia-entrada de acordo com a Lei Estadual 12.258, de 22 de agosto de 2002. Para usar o benefício é necessário a apresentação de carteira funcional emitida pela Secretaria Estadual de Educação; Carteira Profissional, documento de comprovação de filiação a instituição representativa de professores ou servidores de instituições de ensino; ou qualquer outro documento público que comprove o preenchimento dos requisitos previstos na Lei. E além de um desses, é necessário, o Documento de Identidade oficial com foto, expedido por órgão público e válido em todo território nacional, sendo original ou cópia autenticada.

Também se incluem como beneficiários da meia-entrada, portadores de câncer e seu acompanhante (quando comprovada a necessidade de acompanhamento) conforme Lei Estadual 15.724/2016. Concedido mediante apresentação obrigatória do atestado médico. Que deve estar contendo a classificação internacional da doença (CID) fornecido por um profissional cadastrado no Sistema Único de Saúde (SUS), expedido em até um ano antes de sua apresentação. Como também Documento de Identidade oficial com foto, expedido por órgão público e válido em todo território nacional.

  • Recife: Os professores da rede municipal de ensino têm direito à meia-entrada de acordo com a Lei Municipal de Recife nº 16.902/2003, mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto e holerite.

Rio Grande do Sul (RS)

Doadores regulares de sangue registrados no hemocentro e nos bancos de sangue dos hospitais do Estado. De acordo com a Lei Estadual do Rio Grande do Sul  nº 13.891/2012. Apresentando documento de identidade oficial com foto e carteira de controle das doações expedida pela Secretaria de Estado da Saúde. Ou pelos hemocentros e bancos de sangue do Estado do Rio Grande do Sul, dentro do prazo de validade.

  • Porto Alegre: Os menores de 15 anos têm direito à meia-entrada, de acordo com as Leis Municipais de Porto Alegre 9.989/2006 e 11.211/2012.  Como também aposentados ou pensionistas do INSS; desde que recebam até três salários mínimos, de acordo com a Lei Municipal de Porto Alegre 7.366/1993. Estes devem apresentar documento fornecido pela Federação dos Aposentados e Pensionistas do Estado do Rio Grande do Sul. Ou outras Associações da Classe, devidamente registradas ou filiadas à citada Federação.

Qual carteira precisa apresentar no cinema

Se você é estudante (ensino fundamental,médio, técnico, faculdade e pós-graduação) você precisa apresentar uma carteira de estudante para conseguir comprar meia no cinema. Essa carteira não é qualquer uma, muito menos, a cedida pela sua instituição de ensino. A  carteira de estudante válida para a compra da meia é padronizada nacionalmente e reconhecia e emitida pelas entidades estudantis brasileiras UNE; UBESe ANPG e desenvolvida tecnologicamente pelo ITI.

Carteira de Estudante

A carteira de estudante é a única que garante ao produtor cultural e ao estudante, o direito da Meia-Entrada prevista em Lei.

Melhores Filmes

2019 está repleto de filmes incríveis com histórias emocionantes e inclusive filmes há muito aguardados. Como é o caso do live action Rei Leão e também, Aladdin. Wifi Ralph inclusive, ultrapassou os 500 milhões nas bilheterias mundiais. Já Capitã Marvel deve ultrapassar os 800 milhões nas bilheterias de todo o mundo.

Filmes em Cartaz

  • Capitã Marvel: primeiro filme do universo Marvel protagonizado por uma mulher. O longa metragem acompanha Carol Danvers (a Capitã Marvel) na  sua luta para impedir que uma guerra entre duas raças alienígenas destrua a Terra.
  • Nasce uma Estrela:  Com a participação de Lady Gaga é a terceira refilmagem da versão original de 1937. Um romance musical que conta uma história de amor entre o experiente músico Jackson Maine que descobre uma artista desconhecida, Ally (Gaga) e se apaixona por ela. Enquanto a carreira de Ally decola; o relacionamento entre os dois começa a desandar à medida que Jack luta contra seus vícios e demônios. Obteve 8 indicações ao Óscar.
  • Cinderela Pop: tendo como atriz protagonista a ícone teen Maisa Silva, o filme conta a história de uma romântica menina de 16 anos que sonha em encontrar um amor. Porém ela vê tudo ruir ao descobrir que seu pai está traindo sua mãe. Desacreditada no amor, ela vai morar com a tia e passa a trabalhar como DJ, se tornando a Cinderela Pop.Cíntia acaba se apaixonando por Freddy, um cantor de sucesso e verdadeiro príncipe encantado dos dias atuais, mas também precisa lidar com as filhas de sua madrasta, que também desejam o rapaz.
  • Aladdin: o clássico da Disney ganha um live action. O longa conta a história de um jovem humilde que descobre uma lâmpada mágica. Ela conta com um gênio que pode lhe conceder desejos. Ele também quer conquistar uma moça por quem se apaixonou. Entretanto ele não sabe que a jovem é uma princesa prestes a se noivar. Com a ajuda do Gênio (Will Smith) ele tenta se passar por um príncipe e conquistar o amor da moça e a confiança de seu pai.
  • Star Wars – episódio IX: ainda sem sinopse divulgada.
  • Shazam!  O protagonista Billy Batson (Asher Angel) tem apenas 14 anos mas recebeu de um mago o dom de se transformar num super-herói adulto chamado Shazam (Zachary Levi) ao gritar a palavra SHAZAM! Contudo ele precisa aprender a controlar seus poderes para enfrentar o malvado Dr. Thaddeus Sivana.
  • O Exterminador do Futuro: Ainda sem sinopse oficial disponível, o sexto episódio da franquia de 1984 retorna com Arnold Schwarzenegger interpretando um androide futurista que ataca os terráqueos.

Solicite sua Carteira de Estudante para garantir seu direito à meia-entrada.

Como ocorre a cada ano, o Documento Nacional do Estudante possui um novo padrão nacional, essa troca de layout está prevista na Lei da Meia-Entrada. No formato atual, visualmente, o fundo azul esverdeado utilizado em 2019 dá lugar ao azul escuro gradiente.

O objetivo da atualização é assegurar os mais altos itens de segurança e confiabilidade. Isso contribui para evitar fraudes e a utilização de documentos falsos, irregulares ou fora do prazo de validade.

Qual é o impacto dessa mudança?

Os documentos emitidos a partir de 1 de janeiro de 2020 já seguem o novo padrão. Aqueles emitidos em 2019 continuam válidos até o dia 31 de março de 2020.

Qual o amparo legal do Documento do Estudante?

Esse documento é amparado pelas leis federais nº 12.852/2013 (que criou o Estatuto da Juventude) e pela lei nº 12.933/2013 que trata do benefício da meia-entrada. Essa última reitera que o direito à meia-entrada será garantido em espetáculos artísticos, culturais e esportivos.

Dessa forma, a condição para o seu cumprimento é a apresentação do Documento do Estudante. Este deve ser emitido conforme o modelo único nacionalmente padronizado pelas entidades nacionais estudantis. Sendo elas: Associação de Pós-Graduandos (ANPG), União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES). E também pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI). Este último é o responsável pela definição dos parâmetros tecnológicos de certificação digital do documento.

Mais informações sobre o padrão digital e sobre a base de dados para consulta pública estão em meiaentrada.org.br e em iti.gov.br

Quais estabelecimentos devem oferecer o benefício?

Independente da legislação local, a Lei da Meia-Entrada deve valer em todo território nacional. O benefício deve ser oferecido em eventos como:

  • cinema, teatros, cineclubes, espetáculos musicais e circenses, museus e quaisquer eventos de natureza cultural
  • como também em eventos educativos, de lazer e de entretenimento promovidos por quaisquer entidades públicas ou privadas.

O que o estudante precisa para comprar meia-entrada?

Para usufruir  do seu direito, o estudante deve portar e apresentar o Documento Nacional do Estudante. Que também é o único modelo padronizado e reconhecido pelas entidades estudantis UNE, UBES e ANPG, como também pelo ITI. O documento deve estar dentro do prazo de validade. Ou seja, até 31 de março do ano seguinte ao da emissão do documento. Além disso, ele deve ser apresentado no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local do evento;

A carteira pode ser emitida pelas entidades estudantis de nível estadual ou municipal. Também pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e Centros e Diretórios Acadêmicos.

Lembre-se de que carteiras emitidas pelas instituições de ensino não são válidas para comprovar a condição de estudante. E também, não servem para a compra da meia-entrada.

Sua meia-entrada é garantida com o ID Estudantil, e ainda, com o ID Jovem você pode ter sua carteira de estudante digital gratuitamente. Se você possui ID Jovem você pode fazer o Documento do Estudante gratuitamente.
Para isso basta fazer o cadastro no site documentodoestudante.com.br , não efetuar o pagamento, enviar para o sae@documentodoestudante.com.br o número da solicitação e a imagem do ID Jovem e aguardar resposta da DNE par

Quais elementos garantem a autenticidade da CIE (Carteira de Identificação Estudantil)?

As características que garantem a autenticidade do Documento do Estudante são sobretudo QR-Code. Mas também, o código de uso, as tramas de segurança e as microletras. Além disso, o novo design do documento também o identifica como padronizado.

Além disso, a nova identidade visual é mais jovem e está repleta de inovações e modernidades em seus elementos.

Então o que você deve fazer a partir de agora?

⦁ Para permanecer inteiramente de acordo com as disposições da Lei nº 12.933/13, sua empresa deve atualizar seus portais de venda e comunicação, sejam eles físicos ou virtuais, de maneira a informar corretamente os consumidores a respeito do Documento do Estudante e seu padrão atualizado como requisito indispensável para acesso ao benefício da meia-entrada estudantil. De acordo com a Lei, é necessário transcrever o Artigo 1 e apresentar os elementos ou foto da Carteira de Identificação Estudantil e os telefones dos órgãos de fiscalização.

⦁ Você deve continuar exigindo o Documento do Estudante dentro do prazo de validade, conforme o modelo único nacionalmente padronizado, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local do evento. Outros documentos, como comprovantes de matrícula e carteiras emitidas por escolas e universidades, não são válidos para comprovar a condição de estudante e não garantem a meia-entrada.

⦁ Você também pode integrar seu sistema de vendas online diretamente com o banco de dados de consulta pública, por meio de API’s, agilizando e automatizando o processo de vendas.

E se ainda houver dúvidas?

⦁ Você pode acessar ao site meiaentrada.org.br, que traz todas as informações sobre o Documento Nacional do Estudante, a legislação relacionada à meia-entrada estudantil e a integração do sistema de vendas online.  

⦁ Em dezembro de 2018, o Procon Carioca, em parceria com as entidades estudantis nacionais, elaborou uma cartilha explicativa que procura responder às principais questões relacionadas ao tema.

Faça agora mesmo o seu documento do estudante e não perca mais nenhum evento!

Você sabe quais itens fazem da carteira de estudante a oficial e prevista na Lei da Meia-Entrada? Então continue lendo esse artigo que nós vamos te explicar melhor!

Algumas coisas mudaram e a deixaram a carteira de estudante ainda mais segura. Dia 27 de dezembro foi emitida no Diário Oficial da União a nova Portaria de nº 78 para regulamentar a execução da Lei da Meia-Entrada. Com isso temos algumas novidades no seu documento – que iremos te explicar melhor neste artigo.

O que mudou com a Portaria nº 78 de 2018?

As mudanças no Padrão Nacional recaem sobre o layout (no cartão plástico do documento) mas também na sua tecnologia.

A Portaria reforça sobretudo o papel do ITI em determinar o padrão de certificado de atributo. Como também, de ser responsabilidade das entidades estudantis a definição das outras características do padrão nacional. E sobretudo a obrigatoriedade das entidades que emitem a CIE em disponibilizar um aplicativo que irá atestar se a carteira de estudante é oficial ou não.

O que é o ITI e qual a sua função

O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI é uma autarquia federal, vinculada a Casa Civil da Presidência da República, que tem por missão manter e executar as políticas da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil. Ao ITI compete ainda ser a primeira autoridade da cadeia de certificação digital – AC Raiz.

A Medida Provisória 2.200-2 de 24 de agosto de 2001 deu início à implantação do sistema nacional de certificação digital da ICP-Brasil. Isso significa que o Brasil possui uma infraestrutura pública, mantida e auditada por um órgão público, no caso, o ITI, que segue regras de funcionamento estabelecidas pelo Comitê Gestor da ICP-Brasil, cujos membros, representantes dos poderes públicos, sociedade civil organizada e pesquisa acadêmica, são nomeados pelo Presidente da República. (fonte: https://www.iti.gov.br/institucional/43-institucional/89-o-iti)

Entenda o que é uma autarquia.

As autarquias estão presentes no seu dia a dia. Alguns exemplos de autarquias – e que você provavelmente conhece – são: IBGE, INSS, USP, FUNASA, e claro, o ITI. Uma autarquia está presente na estrutura da administração pública e prestam serviços relevantes à sociedade, como por exemplo, serviços sociais e científicos.

Decreto – Lei nº 200/1967 define autarquia como sendo:

“serviço autônomo, criado por lei, com personalidade jurídica, patrimônio e receita próprios para executar atividades típicas de Administração Pública, que requeiram, para seu melhor funcionamento, gestão administrativa e financeira descentralizada.”

Além da autarquia, também faz parte da administração pública indireta as empresas públicas, sociedades de economia mista e fundações públicas. Autarquias são desprovidas de caráter econômico, mas desempenham atividades típicas de Estado. Entre suas funções estão: prestar serviço social e desempenhar atividades que possuam prerrogativas públicas de forma especializada; técnica, com organização própria, e administração não sujeita a decisões políticas pertinentes aos seus assuntos. Dessa forma, as autarquias são titulares de direitos e obrigações próprias e não se confundem com os direitos e obrigações do ente político criador (seu estado, município…) sendo portanto, mais independentes.

Aplicativo de celular para a validação da Carteira de Estudante

Uma mudança muito interessante e útil tanto para estudantes quanto para bilheterias é a determinação de criamos um aplicativo de celular para validar a carteira de estudante. Assim, as entidades emissoras da carteira de estudante – ou seja nós do DNE – disponibilizamos um aplicativo exclusivo (para IOs e Android) onde todos poderão conferir a oficialidade do documento. Para tanto, a sua carteira de estudante é lida pelo aplicativo por meio da câmera do seu celular. Ele pode decodificar o QR-Code e atestar a oficialidade do documento. Na sua loja de aplicativos você já pode encontrar o app Meia Entrada!

Enquanto o app não chega, como valido minha carteira de estudante?

O app será muito útil para as entidades promotoras de eventos pois ficará ainda mais fácil conferir se a carteira de estudante apresentada é realmente oficial. Atualmente, o site da Meia-Entrada Estudantil é o usado para checagem do benefício. Com o app, a praticidade e a gratuidade que ele oferece, estaremos fiscalizando mais ainda a CIE e coibindo fraudes e falsificações que, infelizmente, ainda ocorrem.

O aplicativo também pode ser usado de forma integrada a processos digitais de venda de ingressos, o que possibilita maior controle da venda da meia-entrada pelas bilheterias e produtoras de eventos.

O que já dizia a Lei?

Uma Portaria serve para fazer a manutenção de uma lei já existente e ainda, sua atualização caso precise. Sendo assim, continua valendo o que foi previsto na Lei da Meia-Entrada n. 12.933 de 2013. Ou seja, que as entidades estudantis nacionais UNE, UBES e ANPG são responsáveis pela emissão da carteira de estudante. E também, responsáveis por publicar anualmente um novo padrão nacional para a carteira de estudante.

A Lei também prevê que toda carteira de estudante deve ter um certificado de atributo emitido pelo ITI (Instituto Nacional de Tecnologia da Informação) para ser considerada válida. Certificado de Atributo é, resumidamente, um conjunto de informações constantes em um banco de dados.

Assim os dados ficam seguros e seu direito ao benefício da meia-entrada também. Essas informações ficam codificadas (e são então chamadas de certificado de atributo) e são acessadas apenas por meio do QR-Code presente na carteira de estudante.

*QR-Code é um código de barra bidimensional. Ele possibilita conversão para texto, números, endereços web, dados de contatos e muito mais.

Sua meia-entrada é garantida com o ID Estudantil, e ainda, com o ID Jovem você pode ter sua carteira de estudante digital gratuitamente. Se você possui ID Jovem você pode fazer o Documento do Estudante gratuitamente.
Para isso basta fazer o cadastro no site documentodoestudante.com.br , não efetuar o pagamento, enviar para o sae@documentodoestudante.com.br o número da solicitação e a imagem do ID Jovem e aguardar resposta da DNE para seguir com a solicitação gratuita

Agora que você sabe sobre as novidades já pode solicitar a sua Carteira de Estudante!

Renovar a Carteira de Estudante é muito simples e vou te explicar melhor neste artigo. A Lei 12.933/2013 estipula que a Carteira de Estudante sempre terá validade até 31 de março do ano seguinte ao solicitado. Por essa razão, o estudante precisa efetuar a renovação para  continuar a ter direito ao benefício. Essa data pode parecer um pouco “injusta” em um primeiro momento, mas ela tem um porquê.  Além de ser algo pedido pela Lei da Meia-Entrada, a validade é até março pois é nessa época que acontece as matrículas nas instituições de ensino. E por isso, precisamos ter certeza de que o aluno que já teve a Carteira de Estudante continua sendo um estudante. Já pensou que injusto se o estudante parasse de estudar mas continuasse a ter o benefício da meia-entrada estudantil ? 

Qual o melhor momento para renovar a carteira de estudante?

A renovação fica disponível o ano inteiro mas é interessante você pedir a renovação dela em fevereiro do ano seguinte ao da primeira emissão da carteira de estudante. Dessa forma você pode solicitar sua nova carteirinha do estudante antes do vencimento.

Entretanto não há prazo para renovação, caso o estudante prefira pode esperar o vencimento ou renovar após 31 de março. Mas lembramos que assim o estudante correrá o risco de ficar um período sem a carteira de estudante para comprar a meia-entrada.

Para esclarecer e exemplificar, se você tem o DNE 2019, você pode usá-lo até 31/03/2020 sem renovar. Então, a partir de 01/04 você pode renovar – se assim desejar. E também pode renovar bem antes, já que o sistema de renovação da carteirinha fica disponível a partir de 01/01

O procedimento de renovação é parecido com o primeiro pedido, a diferença é que já temos alguns de seus dados. Desta forma só será necessário alterar parte deles caso o estudante deseje, como endereço ou foto, por exemplo. Lembramos que sempre é preciso enviar um novo comprovante de escolaridade, condizente com o ano no qual a carteirinha será solicitada.

Como realizar a renovação

  •  Primeiro, acesse o site e faça o login com seu e-mail e senha cadastrados;
  • Na tela ‘Detalhes da Solicitação’ clique no botão ‘Renovar Documento’;
  • Confira todos os seus dados e faça o upload da foto, do documento de identificação e do comprovante de matrícula;
  • Enfim, é só realizar o pagamento da solicitação (documento + frete) usando o cartão de crédito ou boleto bancário.

Por fim, assim como na primeira solicitação, após a confirmação do pagamento (entre 2 e 5 dias úteis), os documentos enviados serão aprovados em até 2 dias úteis. Depois o Documento Provisório estará liberado para uso até a carteira de estudante 2019 definitiva chegar ao endereço cadastrado.

O nome oficial da nossa carteira de estudante é Carteira de Identificação Estudantil (CIE) e deve ser regulamentada conforme consta no Art. 2º da Lei da Meia-Entrada:

Terão direito ao benefício os estudantes regularmente matriculados nos níveis e modalidades de educação e ensino previstos no Título V da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que comprovem sua condição de discente, mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pelas entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano, conforme modelo único nacionalmente padronizado e publicamente disponibilizado pelas entidades nacionais antes referidas e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com certificação digital deste, podendo a carteira de identificação estudantil ter 50% (cinquenta por cento) de características locais.

Sua meia-entrada é garantida com o ID Estudantil, e ainda, com o ID Jovem você pode ter sua carteira de estudante digital gratuitamente. Se você possui ID Jovem você pode fazer o Documento do Estudante gratuitamente.
Para isso basta fazer o cadastro no site documentodoestudante.com.br , não efetuar o pagamento, enviar para o sae@documentodoestudante.com.br o número da solicitação e a imagem do ID Jovem e aguardar resposta da DNE para seguir com a solicitação gratuita

Esperamos ter te ajudado com esse artigo! Solicite agora mesmo sua carteira de estudante!

A organização estudantil ANPG representa os estudantes pós graduandos. Ela surgiu a partir da organização do Movimento Nacional de Pós-Graduandos (MNPG) em julho de 1986. Ela é a cabeça de uma rede de representações formada pelas Associações de Pós-Graduandos (APGs) espalhadas pelo Brasil.  Ela é uma das responsáveis pela Carteira de Estudante.

No cenário brasileiro atual, a ANPG se mantém firme na defesa dos direitos de pós-graduandos e no desenvolvimento da ciência e tecnologia tendo como foco o desenvolvimento nacional. Graças à associação ANPG, a pesquisa brasileira vive um processo de maior estímulo e desenvolvimento frente à década anterior. Mas ainda há muito para ser conquistado em prol do estudante e do desenvolvimento científico.

Sabemos que a pós-graduação tem sido ampliada e que as agências de fomento têm aumentado o número de bolsas. Porém, sabemos também que essas ainda são insuficientes para a demanda do país. Inexiste ainda um mecanismo que regule as bolsas de pesquisa e falta muito para que consolidemos os direitos reivindicados há décadas pelo MNPG.

Como a ANPG agiu historicamente?

A ANPG lutou em defesa da ciência no final da década de 80 e percorreu todo o território nacional. Assim, ajudando a fortalecer o MNPG a consolidar as APGs em diversas instituições de ensino e pesquisa.

A ANPG também esteve em destaque nos anos 90, que foram fortemente marcados pela atuação de todo o movimento estudantil na campanha pelo impeachment de Collor. A entidade dos pós-graduandos resistiu aos ideais liberais, defendendo o Sistema Nacional de Pós-Graduação e os debates que ajudaram a fortalecer suas demais campanhas.

A ANPG passou pelos anos de resistência e incentivo à importação de tecnologia estimulando o fomento à ciência nacional. No entanto, nesse mesmo período, o número de bolsas e o seu valor permaneceram congelados. Dessa maneira, estimulando a absorção pouco qualificada de mestres e doutores no mercado de trabalho e desestimulando a produção nacional.

Sabemos que o desenvolvimento de pesquisas no Brasil são essenciais para o desenvolvimento do país nas próximas décadas. É em defesa da pesquisa e da educação que a ANPG age.

Em apoio a ANPG e em defesa dos seus direitos estudantis garanta sua Carteira de Estudante Oficial da ANPG

A organização nacional UBES representa os estudantes secundaristas. Em outras palavras, estudantes de ensino fundamental, médio, profissionalizante e pré-vestibular. Portanto, ao todo são cerca de 40 milhões de estudantes representados por esse movimento que existe há 67 anos. Ela também é responsável pela emissão da Carteira de Estudante.

A UBES atua em escolas públicas e privadas levando várias pautas estudantis ao governo. Também é o movimento que dá suporte aos Grêmios Estudantis e que apoia a criação deles. A UBES é tão forte e importante que no período ditatorial, os Grêmios nas escolas foram fechados e os secundaristas que ainda resistiam, foram perseguidos.

A UBES participa de campanhas nacionais junto de movimentos sociais de diversos segmentos para aprofundar a democracia, diminuir as desigualdades e por mais direitos. Dentre as pautas, os secundaristas defendem: reformas populares, como a Tributária, Agrária, Urbana, Política e Universitária, a Reformulação do Ensino Médio, a desmilitarização da Polícia Militar, bem como, a democratização dos meios de comunicação.

Entre as conquistas da UBES estão Plano Nacional de Educação e 10% do PIB para a educação. Também a vinculação de 75% dos royalties do petróleo e de 50% do fundo social do pré-sal para educação. Reinclusão das disciplinas de Filosofia e Sociologia, que haviam sido excluídas do currículo durante o regime militar. Mais recentemente, a revogação do aumento do peço das passagens e pelo passe livre estudantil. inegavelmente, também o direito ao voto a partir dos 16 anos e a reserva de vagas nas universidades para estudantes de escola pública para estudantes negros; pardos e índios. Assim como para estudantes que cursaram o ensino médio em escola púbica.

Agora que você já sabe como o movimento estudantil é essencial, adquira já a sua Carteira de Estudante da UBES

X