Bilhete Único Estudante 2

Bilhete Único Estudante

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

O Bilhete Único Estudante é indicado para alunos de escola particular e pública. Para tanto, ele deve estar matriculado em uma das modalidades de ensino: ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico e profissionalizante, ensino superior e tecnológico. Sendo eles da rede pública municipal, estadual ou federal desde que os cursos sejam devidamente autorizados e oficialmente reconhecidos. 

Como solicitar o Bilhete Único de Estudante?

  • Antes de tudo entre em contato com sua instituição de ensino e informe que você quer usar os seus benefícios de estudante através do Bilhete Único Estudante da SPTrans 
  • A instituição irá enviar os seus dados para a SPTrans (dados como; nome completo, endereço de residência, telefone, curso, entre outros)
  • Você pode ir conferindo com a sua instituição se os dados já foram enviados. Muito provavelmente essa informação poderá ser conferida junto a secretaria ou no portal online da sua instituição.
  • Após seus dados estarem com a SPTrans, acesse sptrans.documentodoestudante.com.br
  • No site clique em ‘Solicite Agora’
  • Caso seja sua primeira vez emitindo o Bilhete Único Estudante pelo site do DNE clique em “Cadastrar”
  • Ou em “Já sou cadastrado” caso você já tenha feito o cadastro e esteja querendo acompanhar o andamento da sua solicitação.
  • Ai é só preencher com seus dados o formulário de cadastro; ou seja, informar: nome, e-mail, celular, CPF e RG.
  • Já com essas informações o site vai verificar se a sua instituição de ensino já enviou os dados para a SPTrans.
  • Em caso de sucesso  suas informações aparecerão na tela para você conferir se estão corretas e prosseguir – se tiver alguma coisa errada você pode alterar nesse momento.
  • Tudo certo? Então escolha a forma de pagamento do seu bilhete único. Se você escolher pagar por cartão de crédito a aprovação do pagamento será imediata. Já se você preferir pagar por boleto ele pode demorar até 5 dias úteis para ser compensado;
  • Após isso informe o endereço onde você quer receber o seu bilhete
  • Depois faça o carregamento de uma foto – de frente em um fundo branco – pode ser uma selfie bem estilosa? Pode, desde que não tenha boné, cabelo ou óculos de sol cobrindo o rosto.
  • Também faça o carregamento de uma foto do seu documento de identificação – caso seja RG precisaremos de uma foto da frente e do verso; já se você usar passaporte ou CNH basta enviar foto da frente.
  • O próximo passo é de verificação da sua conta. Iremos te enviar por SMS ou por e-mail – você que escolhe! Seja por e-mail e seja por SMS te enviaremos um código de  4 dígitos para que você digite no site.
  • Agora é só aguardar a confirmação dos seus dados. Qualquer alteração você receberá um e-mail informando sobre cada etapa da sua solicitação.
  • Caso tenha algum erro em seus dados aparecerá “Conferência Reprovada” e mais informações sobre o erro para que você possa corrigir.
  • Nenhum erro identificado? Então aparecerá “Em Produção”, em seguida, “Em Transporte” onde você poderá acompanhar o rastreio da transportadora. Por fim aparecerá “Entregue”
  • Quando você receber em casa ainda precisará desbloquear o seu Bilhete Único Estudante. Mas é muito fácil, acesse sua conta no site e clique em “Desbloquear Documento”.
  • Para desbloquear basta informar o código de uso presente no seu documento – aquele código que fica em baixo no cartão e ao lado do QR code.
  • Atenção: ao desbloquear o seu Bilhete Único do Estudante, todos os seus bilhetes anteriores serão cancelados e qualquer saldo que havia em outro cartão será automaticamente transferido para o novo bilhete em até 24h. Após isso basta encostar seu bilhete em um terminal de recarga para restituição do seu saldo

Como as cotas de estudante funcionam?

Primeiro de tudo saiba que as cotas estudantis são exclusivas para dias da semana. Isso porque as cotas são um benefício destinado apenas para a ida e volta do estudante até sua unidade de ensino. Dessa forma, o máximo de cotas que o estudante pode ter é de 48 sendo 2 créditos por dia (ida e volta). Sendo assim, no caso de ônibus, o estudante pode pegar até 4 ônibus em 2h gastando apenas um crédito. 

A quantidade de cotas que o estudante receberá vai depender das informações enviadas pelas instituições de ensino. Assim, as informações são processadas por meio do Sistema de Georreferenciamento Eletrônico que identifica a distância e a quantidade de modais (Trilho e/ou Ônibus) necessários para a realização dos deslocamentos.

Como comprar as cotas para o Bilhete Estudante?

Você pode comprar nos guichês dentro das estações de metrô. Basta apresentar o Bilhete Único de Estudante ao atendente e comprar a quantidade desejada até o limite estabelecido. O máximo de compras que você pode fazer no mês são 15.

Você também pode comprar suas cotas online pela loja virtual da SPTrans ou pelos aplicativos homologados pela SPTrans. É possível ainda comprar créditos teclando *32245.

Por fim, correntistas do Banco do Brasil podem comprar créditos utilizando o cartão de débito mas máquinas de autoatendimento ou por meio de aplicativo ou site do próprio banco.

Quem pode ter o Passe Livre

O primeiro pré-requisito para poder ter o benefício do passe livre é ser aluno de rede pública municipal, estadual ou federal. Sendo assim, são aceitos estudantes de ensino fundamental, médio, técnico e profissionalizantes. Note que esses alunos têm direito automático ao passe livre pela simples presença do cadastro enviado pela instituição de ensino.

Em contrapartida, estudantes de outros níveis como é caso de ensino superior e tecnológicos, podem ser contemplados com a gratuidade desde que se declare “Baixa Renda”. Ou seja que sua família possua renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional, número do CadÚnico e também, presença no cadastro enviado pela instituição de ensino. 

Já para estudantes de curso superior são aceitos para passe livre, estudantes participantes dos Programas Governamentais: PROUNI, FIES, Escola da Família e Cotas Sociais. Tendo dessa forma direito automático uma vez que a instituição de ensino envia os dados do aluno e a informação de que este se enquadra em um dos programas de bolsa financiamento previstos.

Estudantes de curso superior, técnico e tecnológico e que não são participantes de Programas Governamentais, podem ter o benefício do passe livre mediante autodeclaração de “Baixa Renda” com renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional, número do Cadúnico e da presença no cadastro enviado pela instituição de ensino.

Também estão incluídos para ter o passe livre, estudantes do Projovem Urbano, ministrado em instituições de ensino da rede pública municipal.

Observações:O passe livre, ou seja, a gratuidade, garante ao estudante cotas duplas com direito a 2 viagens de 2 horas cada com até 4 embarques por viagem e até 2 embarques/dia no sistema trilho (Metrô/CPTM)  e devem ser adquiridas do primeiro até o último dia do mês a que se referem e utilizadas no máximo até o dia cinco do mês subsequente.

 Estudantes de cursos PRONATEC ministrados pelo SENAC, SENAI, SENAT, SESI, SESC, SENAR não tem direito à gratuidade nem a meia passagem. Isso porque o governo federal concede ajuda de custo para o transporte do aluno.

Alunos bolsistas que frequentam cursos de ensino fundamental e médio em instituições de ensino da rede particular, e que possuem os requisitos gerais; tem direito apenas ao benefício da meia passagem. Por fim, estudantes que não se enquadrem em nenhum dos requisito acima e que atendem aos requisitos gerais; permanecem com direito à meia passagem.

Qual o regulamento para uso do Bilhete Único Estudante?

De acordo com a legislação que regulamenta o benefício do bilhete único estudante para a meia passagem ou para a gratuidade, o uso do bilhete é pessoal e intransferível. Sendo assim, se for constatado alguma irregularidade no uso; ou seja, empréstimo do bilhete ou perda o cartão pode ser apreendido.

A retenção do bilhete único estudante é feita pelos Técnicos da SPTrans e acaba por suspender o benefício do aluno até o final do ano letivo. A fim de evitar que isso aconteça é importante nunca emprestar o cartão e manter dados cadastrais e foto corretos e atualizados. 

O que acontece com os cartões apreendidos?

Os cartões que são retidos por uso indevido são destruídos.  A 2° via pode ser solicitada, nesse caso, após o comparecimento do titular do documento ou de seu responsável até o Posto Central: Rua Boa Vista, 274 – Centro (segunda a sexta-feira, das 8h às 17h para análise da situação e emissão da 2ª). Tenha em mãos os seguintes documentos:

  • Comprovante de escolaridade atual (até um mês) assinado e carimbado.
  • Comprovante de residência (água, luz, telefone – emitido nos últimos 6 meses) em nome do responsável (quando o estudante for menor de idade) ou do próprio estudante (quando for maior de idade).
  • Documento oficial com foto do estudante.

Importante notar que, caso outra pessoa compareça no lugar do estudante, além dos documentos acima, será necessário apresentar declaração de próprio punho, do estudante, autorizando o atendimento e a retirada da 2ª via do cartão.

Bom Escolar

O Bom Escolar é o cartão da empresa EMTU no Estado de São Paulo e possui um bilhete estudante específico para cada localização: Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), Região Metropolitana de Campinas (RMC), Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte (RMVPLN), Região Metropolitana da Baixada Santista (RMBS) e Região Metropolitana de São Paulo. 

Bilhete Único

Atualmente o Bilhete Único da SPTrans deve ser individual e personalizado para o passageiro que vai utilizá-lo. Ele pode ser usado inclusive por passageiros que possuem Vale-Transporte, crédito estudantil, passe-livre estudantil (ambos Bilhete Único Estudantil).

Como fazer o Bilhete Único

Tem direito a bilhete único estudante, aqueles alunos matriculados em ensino público ou privado, do fundamental até a pós graduação. Após a escolha entre a modalidade do cartão (comum ou estudante), o passageiro deve clicar na opção “Fazer Cadastro” e ter em mãos: RG, CPF, CEP  residencial e uma foto digitalizada tamanho 3×4 recente. 

Após isso basta preencher com os dados e enviar o arquivo de imagem com a foto; ler e concordar com o Termo de Ciência e Adesão e responder à pesquisa de perfil socioeconômico.

Após ter preenchido o cadastro, o usuário deve ir a um dos 34 locais de atendimento da SPTrans e solicitar a emissão do cartão. Com esse cartão o usuário pode fazer até 2 viagens e 3 horas. O bilhete único pode ainda ser utilizado nos ônibus; micro-ônibus, trens do Metrô e da CPTM  e também nos terminais e estações de transferência do Expresso Tiradentes.

Bilhete Único Comum 

O bilhete Único sem identificação continua a existir e é conhecido como Bilhete Único Comum. Ele não possui nome do usuário, nem foto e pode ser adquirido mediante o pagamento de R$ 4,30, que é referente ao cartão. Também tem previsto um acréscimo de uma compra mínima de R$ 21,50, totalizando dessa forma R$ 25,80. 

Seu limite de créditos suportados é de R$ 43,00. Essa cartão pode ser encontrado nos Postos de Venda e Atendimento. Para tanto é necessário apresentar um documento com foto e o número do CPF.

Já o cartão Bilhete Único individual é tem um limite de recarga de R$ 350,00. E deve ser solicitado pela internet através do cadastro no site da SPTrans e escolher entre a opção comum ou estudante.

Como carregar e comprar créditos no Bilhete Único

A carga e recarga do bilhete único pode ser feito na Loja Virtual, Lojas Físicas, Postos de Venda e Atendimento, Pontos de Venda de Créditos e recarga por meio de aplicativos.

Para comprar créditos e também cartões Bilhete Único, há dois locais físicos; na Augusta e na Santa Cecília. Na loja física, o empregador pode apresentar o pedido de compra de créditos e, portando os cartões Bilhete Único Vale-Transporte dos seus funcionários, pagar os créditos em dinheiro e carregar na hora os cartões. 

Pela loja virtual tanto o empregador quando o próprio usuário pode fazer a compra de crédito (avulso ou mensal) para bilhete comum. Para estudante e vale transporte é possível também fazer compra de crédito na loja virtual

Você pode comprar créditos do Bilhete Único Comum e  Estudante e também recarregar créditos no Vale-Transporte, Passe Livre Estudantil e Mãe Paulistana

Após a liberação do pedido, que ocorre no primeiro dia útil após a efetivação do respectivo pagamento, os créditos eletrônicos são disponibilizados para o usuário efetuar a recarga em uma das máquinas de auto-atendimento. E que estão instaladas nos Terminais de ônibus e nas Estações do Metrô e da CPTM.

Nos Postos de Venda e Atendimento é possível resolver problemas com o cartão como bloqueio, restituição e emissão de segunda via.  As gestantes portadoras do bilhete Mãe Paulistana podem pedir o cancelamento do bilhete nesses locais. 

Sobre a SPTrans

A SPTrans é a empresa de transporte que atende São Paulo. O transporte é um serviço público essencial para o funcionamento da metrópole. Sendo assim, o Transporte Coletivo Público de passageiros consiste numa competência do município e está disposto na Constituição Federal (artigo 30, inciso V). Também consta na Lei Orgânica do Município de São Paulo (artigo 172).

Ainda sobre a legislação que formaliza os serviços da SPTrans está a Lei nº 13.241 que considera que o poder público está representado pela Prefeitura do Município de São Paulo. Através da Secretaria Municipal de Transportes. Assim, a São Paulo Transportes S/A (SPTrans) se constitui como uma empresa de economia mista cujo acionista majoritário é a Prefeitura de São Paulo.

Assim, a SPTrans é contratada pelo poder público para: elaborar estudos para a realização do planejamento do Sistema; executar a fiscalização da prestação de serviços e por fim, gerenciar o Sistema de acordo com as diretrizes e políticas estabelecidas. 

Garanta agora mesmo seu Bilhete Único Estudante

Write A Comment